Publicado por Robson Merieverton

A julgar pela importância que certos profissionais apresentam na constituição da sociedade, nada mais justo do que reverenciá-los com um dia inteiramente dedicado a eles. O dia 12 de maio é conhecido como Dia Mundial da Enfermeira. Dependendo do lugar, a data é comemorada com a realização de uma série de atividades voltadas a capacitação e discussão desses profissionais.

Puxando pela origem da data, o Dia Mundial da Enfermeira foi criado com o intuito de homenagear o trabalho e a contribuição que esses profissionais desempenham para a saúde das pessoas.

Em muitos casos, não é exagero nenhum afirmar que a recuperação dos pacientes depende, quase que 100%, da dedicação desses profissionais.

Origem do Dia Mundial da Enfermeira

O dia mundial da enfermeira começou a ser celebrada no ano de 1965

No Brasil, a data passou a integrar o calendário comemorativo oficial em 1938 (Foto: depositphotos)

A data comemorativa começou a ser celebrada no ano de 1965. Porém, oficialmente, ela só passou a fazer parte do calendário em 1974, depois que foi estabelecida pelo Conselho Internacional de Enfermeiros. Sendo assim, adotou-se o dia 12 de maio como marco da comemoração. A data faz menção ao nascimento de Florence Nightingale, considerada a “mãe” da enfermagem moderna.

Florence Nightingale, nasceu em Florença, na Itália, no ano de 1820, mas possui nacionalidade inglesa. Aos 17 anos, inspirada pelos ensinamentos da doutrina cristã, Florence resolveu largar tudo para seguir sua vocação em cuidar das pessoas enfermas. Ela acreditava que isso fazia parte de um chamado de Deus.

Veja também: 10 de fevereiro: Dia do Atleta profissional

Foi na guerra da Crimeia, em que o Reino Unido participou entre 1853 e 1856, que o seu trabalho se tornou mais conhecido e ela passou a ser conhecida como “Dama da Lâmpada”. Essa menção faz alusão ao instrumento usado por ela durante a noite para ajudar os feridos. No ano de 1860 Florence foi responsável pela fundação da primeira Escola de Enfermagem, na Inglaterra.

Dia da Enfermeira no Brasil

No Brasil, a data passou a integrar o calendário comemorativo oficial em 1938, depois da instituição do então presidente Getúlio Vargas. Por aqui, a data começa a ser comemorada no dia 12 de maio e segue até o dia 20, quando é lembrado o Dia do Auxiliar e Técnico de Enfermagem. O período ficou conhecido como a Semana da Enfermagem, onde diversos eventos voltados para os profissionais da área são realizados.

Veja também20 de março: O Dia do Contador de Histórias

Origem da enfermagem

Indícios históricos apontam que a origem da profissão de enfermeira nasceu ainda na época do Velho Testamento, sendo reconhecida por aqueles que cuidavam e protegiam pessoas doentes, sobretudo idosos e portadores de deficiências. A profissão sempre esteve associado a atuação feminina, caracterizada pela prática de cuidar de grupos nômades primitivos.

Em meados do século XVI, a enfermagem começou a ser vista como uma atividade profissional institucionalizada. Porém, foi só no século XIX que foram tomados padrões para a profissão, com a chamada enfermagem moderna na Inglaterra e a adoção da ANA (American Nurses Association).

Veja tambémNo Brasil, 9 de janeiro é o Dia do Astronauta

Nessa época, a Enfermagem foi definida como “uma ciência e uma arte, levando em consideração que o objetivo principal do trabalho é o de cuidar dos problemas reais de saúde, por meio de ações interdependentes com suporte técnico –científico, bem como reconhecer o papel significativo do enfermeiro de educar para saúde, ter habilidades em prever doenças e o cuidado individual e único do paciente”.

Veja mais!