Publicado por Robson Merieverton

Conhecidos por promover a limpeza das cidades, os garis são profissionais que merecem todo o respeito por parte da sociedade. Pois, afinal de contas, quem não gosta de ver as ruas limpinhas, livre de todo o lixo? Dada a importância que esses profissionais apresentam, o dia 16 de maio foi instituído no calendário comemorativo brasileiro como o Dia do Gari.

Esse profissional é encarregado de promover a limpeza de toda a cidade, seja recolhendo o lixo natural, como as folhas que caem das árvores e a poeira que se acumula devido ao vento, ou o que é descartado de forma errônea pelas pessoas, como as pontas de cigarro, papéis de bala, entre outros. É dele o papel de deixar as ruas, parques e praças sempre limpas.

Mesmo existindo o gari para deixar as ruas sempre limpas, as pessoas têm de se conscientizar que existe um lugar adequado para o descarte do lixo. Esse é um dos principais preceitos para uma população educada e uma cidade limpa. Mas, infelizmente, não é isso que se pode constatar em muitos centros urbanos. As pessoas não tomam o devido cuidado na hora de descartar o lixo.

O Dia do Gari

16 de maio e o Dia do Gari

Foto: depositphotos

Para que a importância desse profissional fosse sempre lembrada e evidenciada, foi criado um dia inteiro para homenageá-lo: o dia 16 de maio. O termo “gari” surgiu em homenagem ao francês Pedro Aleixo Gary, que se destacou no Brasil como o responsável pela fundação da primeira empresa de coleta de lixo nas ruas do Rio de Janeiro, no ano de 1976.

Inicialmente o trabalho da empresa era promover a limpeza nas ruas e praias da cidade. Com o passar o tempo, o trabalho foi dando tão certo que, naturalmente, começou a se expandir pelo restante da cidade e também pelo Brasil. Hoje, essa profissão é imprescindível para que a cidade se mantenha limpa. Além do mais, o recolhimento do lixo das casas, apartamentos e indústrias também é feito pelo gari.

Novos tempos

A partir da conscientização ambiental, o trabalho do gari passou por algumas modificações, desde que foi criada, no ano de 1976. A possibilidade de reciclar alguns materiais descartados no lixo deu início à coleta seletiva. Papéis, vidros, metais e plásticos agora podem ser separados para que sejam reaproveitados como matéria prima na concepção de outros objetos.

Separando-os de forma adequada você estará facilitando o trabalho do gari e ainda de quebra contribuindo para preservação do meio ambiente, já que muitos desses materiais demorariam milhões de anos para se decompor. Em muitos condomínios residenciais, bairros e indústrias, a coleta seletiva já é uma realidade. Porém, muito ainda precisa ser feito.

Veja mais!