Publicado por Pollyana Batista

O dia 27 de maio é comemorado o Dia do Profissional Liberal. A homenagem foi aprovada por meio do decreto de lei nº 35.575, de 27 de maio de 1954, que reconheceu a Confederação Nacional dos Profissionais Liberais. Mas, você sabe que tipo de profissão é essa? Vamos lhe explicar.

Diversos profissionais tem uma formação superior e são aptos para trabalhar no mercado tanto como empregados, no regime da CLT, como também trabalhar por conta própria. Eles são chamados de profissionais liberais.

Embora se assemelhe bastante aos profissionais autônomos, a diferença é que os liberais são qualificados profissionalmente, com diploma de nível superior ou técnico.

Quem são os profissionais liberais

No dia 27 de maio os profissionais liberais são homenageados

Médicos são exemplos de profissionais liberais (Foto: depositphotos)

São exemplos de profissionais liberais: médicos, advogados, jornalistas, arquitetos, psicólogos, dentistas, contadores entre outros profissionais formados que prestam algum tipo de serviço ou atendimento.

Uma das vantagens de ser liberal é que trabalhando de forma independente, o profissional pode ganhar muito mais do que se tivesse vinculado a uma empresa com carteira assinada.

Outra vantagem em ser profissional liberal é que você pode fazer o seu horário de expediente, sem ficar obrigado a seguir um horário determinado por um empregador. Você define quantas horas trabalhar por dia e quais turnos executar suas tarefas. O mais importante para um profissional liberal é cumprir prazos com os clientes.

Veja também: 12 de Maio: Dia Mundial da Enfermeira

Porém, há algumas pessoas que veem desvantagens em se tornar ou ser um profissional liberal. A primeira delas é não ter carteira assinada. Isso é sinal de não ter garantia de direitos, como férias remuneradas, 13º salário, assistência em caso de doença do INSS, aposentadoria, indenização em caso de acidente no ambiente de trabalho etc.

Outro argumento forte que pesa contra o profissional liberal é que ele não tem uma quantia mínimo fixa por mês, ou seja, ele não pode contar com um salário fixo mensal. O que pode variar de mês a mês e prejudicar o orçamento pessoal.

Saiba mais sobre profissionais liberais

De acordo com a Confederação Nacional das Profissões Liberais, a CNPL, 29 federações estão afiliadas a ela. Juntos, são mais de 500 sindicatos representantes de 53 profissões e de cerca de 15 milhões de profissionais brasileiros.

Veja também: 18 de janeiro se comemora o Dia Mundial do Riso

Veja algumas categorias de profissionais que estão afiliados à Confederação Nacional das Profissões Liberais do Brasil: advogados, dentistas, médicos veterinários, farmacêuticos, químicos, contadores, administradores, economistas, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, relações públicas, corretores de imóveis, técnicos industriais, professores universitários e docentes do ensino médio.

A organização inclui ainda na categoria de profissionais liberais: arquivistas, assistentes sociais, astrólogos, atores, biólogo, biomédicos, bibliotecário, compositores musicais, enfermeiros, engenheiros, escritores, fonoaudiólogos, fotógrafos, músicos, parteiras, publicitários, sociólogos, técnicos agrícolas e de informação, tradutores, zoológicos e zootecnistas.

Por fim, a Confederação Nacional das Profissões Liberais, a CNPL, no artigo 1º parágrafo único do seu estatuto, dá uma definição bem conclusiva sobre o que é e o que faz um profissional liberal.

Ela resume da seguinte forma: “profissional liberal é aquele legalmente habilitado a prestação de serviços de natureza técnico-científica de cunho profissional com a liberdade de execução que lhe é assegurada pelos princípios normativos de sua profissão, independentemente de vínculo da prestação de serviço”.

Veja também: Dia do Meio Ambiente

Veja mais!