Publicado por Katharyne Bezerra

Existem algumas datas no calendário brasileiro que passam despercebidas pela sociedade, umas vez que se tratam de questões esquecidas ou adormecidas por diversas pessoas do país. Um exemplo disso é o Dia do Ferroviário, data comemorada em 30 de abril.

Historicamente criada para homenagear os trabalhadores que se esforçavam para transferir cargas e pessoas de um ponto a outro, a data comemorativa visa também relembrar os serviços prestados por esse importante meio de transporte que está, cada vez mais, esquecido.

Como surgiu o Dia do Ferroviário?

De acordo com o site da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo, no dia 30 de abril de 1854, Evangelista de Souza, famoso Barão de Mauá, inaugurou uma obra inédita no país: a primeira linha ferroviária brasileira. O trajeto era da Baía de Guanabara em direção à Serra de Petrópolis.

30 de abril: o Dia do Ferroviário

Foto: depositphotos

Portanto, o dia 30 do quarto mês do ano ficou conhecido como a data dedicada ao ferroviário, o funcionário que trabalhava nas linhas de trem, realizando transportes de pessoas, mas também de cargas.

Atribuições e importância do sistema de ferrovias

O ferroviário é um importante personagem do desenvolvimento brasileiro, uma vez que ele era responsável pelas trocas comerciais e por ligar uma região a outra, mesmo que elas fossem distantes.

Este meio de transporte foi essencial, principalmente na década de 1950. Isto porque, a ferrovia era o principal meio de deslocamento entre São Paulo e Rio de Janeiro, metrópoles da época.

Mas, apesar do trem ser um transporte mais sustentável que carros, ônibus e motos, ele vem sendo esquecido pela sociedade e pelo poder público brasileiro. Uma prova disso é o estado em que se encontram as linhas ferroviárias pelo Brasil.

Diante desta realidade, amantes deste meio de transporte e sindicalistas de ferroviários lutam para que haja mais sensibilidade de todos os setores do país para com as estações ferroviárias, alegando que a historicidade desses pontos não deve ser esquecida.

Veja mais!