Publicado por André Luiz Melo

No período das grandes navegações, durante a época colonial, países como Portugal e Espanha, entre os séculos XV e XVI, já eram donas do posto de nações mais poderosas do mundo. Ambas já tinham tido a ousadia de ir além do seu continente para alcançar novas terras para dominar e explorar riquezas.

Assim ocorreu quando exploraram as índias e foram responsáveis por trazer para a Europa e para seus redutos valiosos lucros. E foi a partir de experiências como essa que o português Dom Manuel, pensando em explorar mais territórios e conquistar novas riquezas para Portugal, traçou uma esquadra a qual era encabeçada por Pedro Álvares Cabral. Tal iniciativa tinha como finalidade dominar as forças comerciais do oriente.

Desembarque em terras brasileiras

A navegação dos lusitanos, por meio de caravelas, partiu do país português em 9 de março e 1500, e estava esquematizada como cerca de 1.400 homens. Nesse grupo estavam marinheiros, escrivães, cozinheiros, ajudantes e padres.

Entretanto, durante o percurso marítimo os navegantes portugueses se desviaram (não se sabe ao certo se por vontade de Cabral ou por acaso) e acabaram desembarcando na América, em 22 de abril de 1500, especificamente no Brasil.

A chegada em terras tupiniquins ocorreu mais precisamente no litoral sul do Estado da Bahia. Na localidade, a esquadra portuguesa logo enxergou um monte o qual foi chamado (e assim batizado) de Monte Pascoal, isso devido o período da Páscoa, o qual marcou a chegada de Cabral e suas caravelas ao Brasil.

A chegada de Cabral ao Brasil

Foto: Reprodução

Atividades em terras brasileiras

Já em solo brasileiro, Cabral e sua tripulação logo estabelece contato com o rei que havia ficado em Portugal. Por meio de escritos, a corte portuguesa tomou conhecimento das riquezas naturais brasileiras e ficou determinado que Cabral e seu grupo ficaria instalado no território tupiniquim para chefiar uma colônia de exploração.

A primeira missa no Brasil foi celebrada em 26 de abril daquele ano. Já no dia 1º de maio, uma segunda celebração católica ocorreu em ato que oficializou a posse do território brasileiro para a coroa portuguesa. A missa foi celebrada, desta vez, diante de uma cruz na qual havia gravado o brasão real.

Questionamento

Apesar do que trata a história oficial brasileira, há historiadores que afirmam com veemência que Pedro Álvares Cabral teria se desviado para o Brasil de forma intencional. Já outros estudiosos, têm a certeza de proferir que o mesmo desembarcou na América de forma casual. Ao certo, até hoje esse fato não foi possível de ser determinado com precisão.

Veja mais!