Publicado por Prof. Nathália Duque

Você sabe o que são animais herbívoros? Na natureza existe vários tipos de animais e eles são organizados de acordo com a sua dieta, ou seja, conforme aquilo que eles se alimentam.

Os animais são seres vivos que não conseguem produzir seu próprio alimento, por isso são considerados heterótrofos. Também são chamados de consumidores, pois alimentam-se de outros organismos ou restos de organismos (detritos). Sendo assim, todos os animais são consumidores.

As plantas, as algas, os fitoplânctons, por exemplo, são organismos autótrofos, pois produzem seu próprio alimento e são chamados de produtores. Os animais que se alimentam dos produtores são chamados consumidores primários. Todo consumidor primário é um animal herbívoro.

O que são os animais herbívoros?

Os herbívoros são animais que se alimentam somente de plantas e vegetais, ou seja, dos produtores. Eles são consumidores primários. Os animais que se alimentam dos herbívoros são chamados consumidores secundários e os que se alimentam dos consumidores secundários são chamados de consumidores terciários, e assim por diante.

Animais pastando

A maioria dos herbívoros vivem em zonas temperadas (Foto: depositphotos)

Representantes

Os principais animais que se alimentam apenas de plantas e vegetais são: urso panda, borboleta, girafa, hipopótamo, vaca, ovelha, minhoca, camelo, coelho, búfalo, cabra, zebra, gorila, abelha, anta, porco-da-índia, algumas espécies de morcego, boi, antílope, rinoceronte, cavalo, algumas aves, entre outros.

Alimentação dos herbívoros

De acordo com o que eles se alimentam, os herbívoros são classificados principalmente em: frugívoros, folívoros, granívoros, polímeros e nectarívoros.

Frugívoros

São herbívoros que se alimentam basicamente de frutas. São importantes pois atuam na dispersão das sementes para vários lugares. Como exemplos de animais frugívoros temos o morcego, o tucanos e aves de pequeno porte.

Folívoros

São herbívoros que se alimentam basicamente das folhas das plantas. Como exemplos de animais folívoros temos os coelhos, o bicho preguiça, algumas aves, entre outros.

Granívoros

São herbívoros que se alimentam de grãos e sementes de plantas. Como exemplos de animais granívoros temos a galinha, o papagaio e a arara.

Nectarívoros e polímeros

São herbívoros que se alimentam do néctar e do pólen das plantas. Esses animais são muito importantes, pois realizam a polinização de diversas plantas. Como exemplos desses animais temos as abelhas, as vespas, algumas espécies de morcego, alguns pássaros e vários insetos.

Características

Os herbívoros possuem grande distribuição geográfica. São de tamanhos variados. Podem ser pequenos como uma borboleta ou enormes como um urso panda.

A maioria dos herbívoros vivem em zonas temperadas. Alguns são mansos, mas outros podem chegar a atacar os seres humanos. Os herbívoros mais perigosos são o rinoceronte, o elefante e o búfalo.

Cadeia alimentar

Cadeia alimentar é o conjunto de relações alimentares entre os seres vivos que vivem em determinado ambiente, compondo uma sequência na qual ficam ligados uns aos outros, como os elos de uma corrente. Todos os integrantes da cadeia alimentar têm sua importância.

Produtor

Uma cadeia alimentar sempre começa com um ser vivo autótrofo que, por ser capaz de produzir o próprio alimento, é chamado de produtor.

O produtor obtém seu alimento principalmente da fotossíntese, havendo poucas exceções. Os organismos fotossintetizantes, usando a energia obtida da luz solar, transformam água e gás carbônico em alimento, ou seja, em substâncias orgânicas.

Todas as plantas de um ecossistema terrestre são os produtores desse ambiente, seja em uma floresta, seja nos jardins das praças da cidade em que você mora ou nos campos de cultivo agrícola.

Nos ecossistemas aquáticos, como os rios, lagos e oceanos, as algas são as grandes responsáveis pela produção de matéria orgânica. Plantas aquáticas também contribuem como produtoras.

Consumidores

Os animais que se alimentam exclusivamente das plantas, seja do seu fruto, da sua folha, da sua raiz ou até mesmo do seu néctar, são chamados de consumidores primários. Os consumidores primários são todos os animais herbívoros.

Consumidores são seres heterótrofos, ou seja, incapazes de produzir algum tipo de alimento. Por isso, necessitam usar outros organismos como fonte de nutrientes. Existem diferentes tipos de consumidores nas cadeias alimentares:

  • Animais herbívoros: são aqueles que se alimentam unicamente de vegetais, são os consumidores primários;
  • Animais carnívoros: que se alimentam de herbívoros são os consumidores secundários;
  • Animais carnívoros: que se alimentam dos consumidores secundários são os consumidores terciários.

Veja abaixo um exemplo de cadeia alimentar, onde a borboleta é o consumidor primário, ou seja, um herbívoro.

Plantas com flores Imagem relacionada borboleta Imagem relacionada sapo Imagem relacionada serpente Imagem relacionada carcará

Decompositores

Como em qualquer ambiente, organismos que morrem sofrem a ação de um grupo muito especializado de “faxineiros da natureza”.

São certos tipos de bactérias e fungos que crescem sobre restos ou partes não consumidas de plantas e animais mortos, de onde obtêm o alimento. Dessa maneira, promovem a decomposição da matéria orgânica, transformando-a em nutrientes mais simples, que são devolvidos para a natureza.

Esses nutrientes são compostos químicos adicionados ao solo ou à água, de onde podem ser retirados pelas raízes das plantas e pelas algas, que podem aproveitá-los na elaboração de novas estruturas e na produção de mais matéria orgânica pela fotossíntese. Assim, recomeça o ciclo.

Por que alguns herbívoros são grandes?

Alguns herbívoros chegam a alcançar 4 metros de altura, como o elefante, que é o maior herbívoro terrestre. Isso pode ser explicado pela posição que os herbívoros ocupam na  , de consumidores primários.

A grande estatura acontece porque esses animais se alimentam diretamente dos produtores e assim, obtêm grande quantidade de energia. Quanto mais próximo da base da cadeia alimentar, mais energia é possível consumir.

Em contrapartida, os consumidores que estão distantes dos produtores, consomem pouca energia, pois há perda de energia de um nível para outro.

Dentição

Normalmente os herbívoros possuem dentição incompleta, ou seja, sem os caninos. Os herbívoros possuem dentes incisivos bem desenvolvidos, fortes, super afiados, o que ajuda na hora de comerem as frutas, cortar e triturar as folhas.

Eles também possuem dentes molares, que são largos, achatados e resistentes. Os molares atuam na mastigação e trituração do alimento.

Importância

Os herbívoros têm grande importância na manutenção dos ecossistemas, pois eles são os responsáveis pela polinização e dispersão de sementes. Além disso, os herbívoros servem de alimento para outros animais, permitindo assim, o fluxo de matéria e energia na cadeia alimentar.

Fotos

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

*Natália Duque é Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Referências

Ecologia comportamental na interface formiga-planta-herbívora: interações entre formigas e lepidópteros, 2009.

Veja mais!