Publicado por Priscila Melo

No início das civilizações não existia dinheiro, as pessoas faziam trocas que eram chamadas de escambo. O escambo era praticado quando alguma pessoa possui certo produto em grande quantidade e trocava o mesmo por outros produtos diferentes.

Quando o dinheiro passou a existir, os produtos começaram a ser vendidos e comprados, dando origem ao comércio. O dinheiro passou a ter mais valor e mais uso com o passar do tempo, começaram a surgir os bancos, a aplicação de dinheiro, os investimentos…Vamos ver como isso funciona?

Aplicação de dinheiro e a função dos bancos

Foto: Reprodução

Os bancos

Estudiosos afirmam que antes mesmo do surgimento dos bancos, haviam relatos de que os povos fenícios já utilizavam sistemas financeiros de diferentes formas para fazer pagamentos, como por exemplo, documentos de créditos.

Os bancos surgiram com o objetivo de guardar o dinheiro das pessoas com segurança, e o banco cobrava algumas taxas por esse serviço. Com o passar do tempo os bancos foram procurando outras formas de lucrar e conseguir mais clientes.

Foi a partir do século XVII que os bancos começaram a se firmar de verdade. Isso ocorreu devido ao lançamento do dinheiro de papel pelo Banco de Estocolmo. Neste momento muitos países europeus passaram a produzir sua própria moeda e utiliza-la no comércio.

Devido a Revolução Industrial, em meados do século XIX, começaram a surgir outros bancos. Ocorreu um progresso econômico em que se fez necessária a criação de um banco industrial. Este banco teria como função financiar o desenvolvimento industrial, ele iria emprestas altas quantias de dinheiro para que as indústrias pudessem se desenvolver.

O que os bancos fazem?

Os bancos são instituições financeiras que oferecem serviços financeiros à sociedade, eles podem ser privados ou públicos. A atividade mais básica do banco é guardar o dinheiro das pessoas com segurança.

Geralmente o cliente deposita o dinheiro e este é usado pelos bancos para oferecer empréstimos a outros clientes cobrando uma taxa de juros que pode ser mensal e/ou anual. Esse processo ajuda na circulação do dinheiro.

Os bancos fazem a intermediação financeira, e esta é essencial para o desenvolvimento econômico do país. Com essa intermediação é que as pessoas conseguem comprar coisas caras para pagar com um dinheiro que ainda receberá no futuro, isso acontece devido ao crédito que é disponibilizado pelo banco ao cliente.

Os bancos também nos oferecem outros serviços financeiros além do crédito pessoal que foi acima citado, é possível fazer pagamentos, transferências, aplicações e outras coisas.

Como aplicar seu dinheiro?

No jornal sempre se fala de aplicações de dinheiro e de bolsas de valores, mas você sabe o que é aplicar dinheiro? Vamos ver agora como isso acontece.

Os bancos passam a oferecer aos seus clientes formas em que seu dinheiro passe a render mais. Nas aplicações uma determinada pessoa empresta seu dinheiro ao banco por um tempo determinado, após esse tempo a pessoa recebe a quantia emprestada com um valor extra. Veja os exemplos.

Marina aplicou R$100,00 a uma taxa de juros de 2% ao mês. Após um mês ela foi ao banco e seu saldo já não era mais de R$100,00. Observe o cálculo e descubra quanto Marina recebeu após um mês com seu dinheiro aplicado.

Dinheiro aplicado: R$100,00

Juros: 2%

2%= 2/100

2% de 100 = (2×100): 100 = 2,00

Neste caso, Marina receberá do banco seus R$100,00 mais o valor de R$2,00, totalizando R$102,00. Quanto maior for o dinheiro aplicado, maior será o lucro que a pessoa vai ter.

Veja mais!