Publicado por Pollyana Batista

Desenhar não é uma atitude que deve se resumir às aulas de arte ou do mundo infantil. De acordo com o site da Abra (Escola Brasileira de Arte e Design), desenhar é uma atividade relaxante, mas que possui inúmeros benefícios.

Por exemplo, o desenho aumenta a autoestima do indivíduo, a habilidade manual e a percepção visual.

O professor e diretor da Abra, Laerte Galesso, lembra em artigo disponível no site da instituição que: “o desenho pode ser também aplicado como atividade profissional, pois existem hoje cerca de trinta profissões ligadas, de alguma forma, ao Desenho, notadamente nas áreas de Moda, Arquitetura, Comunicação Visual, Design, Artes Plásticas, Educação Artística, Docência, Cartum, Arte de Rua, Computação Gráfica, entre outros”.

O docente afirma categoricamente que ter dom para desenhar é um grande mito e que um bom desenhista não só atua na área de realismo, como também pode seguir a linha do abstrato, utilizando formas, volumes, linhas e cores para se expressar por meio dos desenhos.

Praticar o desenho aumento a percepção visual da criança

O desenho além de ser uma forma de expressão também favorece o lado lúdico (Foto: depositphotos)

Galesso explica ainda que o “desenho depende muito da finalidade e, principalmente, da personalidade do aluno. Ou seja, não adianta “forçar” o aluno a aprender o desenho realista, se suas tendências e personalidade estão mais direcionadas para um desenho mais solto e expressivo”.

Veja tambémComo fazer caderno de desenho

Tipos de desenho

Existe quatro tipos de desenho reconhecidos pelas artes. Conheça-os:

1. Desenho Realista: é o tipo de representação que tenta se aproximar do mundo real com figuras, espaços ou situações que refletem o dia a dia, cenas ou pessoas reais;

2. Desenho Hiper-realista: se assemelha com o primeiro tipo citado, mas como o próprio nome já diz é um desenho extremamente realista, que se confunde com a fotografia. Inclusive, que já foi amplamente utilizado antes da técnica da fotografia;

3. Desenho Figurativo: tipo de desenho que tem elementos reais, mas que apresenta deformações e alterações, visando transmitir mensagens, emoções e um estilo pessoal. As charges, caricaturas e cartuns estão incluídos nessa categoria de desenho;

4. Desenho Abstrato: desenho elaborado é aquele formado por linhas e formas e composto de elementos não reconhecíveis pelo homem.

Veja tambémComo fazer um caderno personalizado para usar na escola

Profissões que usam o desenho

Se você gosta de desenhar, pode fazer disso uma profissão, sabia? Existem inúmeros campos profissionais que utilizam essa arte.

A primeira e mais famosa delas, sem dúvida, é o artista plástico, seguido da arquitetura. Depois vêm os caricaturistas, cartunista, chargistas, designer gráfico e de interiores.

O designer automotivo também lida com muitos desenhos no dia a dia profissional, bem como o de joias, multimídia, designer industrial, de embalagem e móveis. O profissional ligado à construção civil como projetista e engenheiro também têm ligações com o desenho.

Além disso, estilistas, tatuadores, figurinistas e paisagista também fazem muitos desenhos.

Desenhos como comunicação

Os desenhos também têm um papel social importantíssimo, além do artístico. Muitos deles expressam denúncias, falam de coisas sérias e levam inúmeras pessoas a refletir.

Veja também: Charge, cartum, tirinha e caricatura: entenda as diferenças

A charge é uma delas. Geralmente feita para um jornal ou veículo de publicação, ela expressa uma situação política ou social que traz a ironia como ferramenta. O desenho é uma ótima forma de fazer uma tradução literal, pois a imagem é universal e não requer idioma para sua compreensão.

Veja mais!