Publicado por Lia Vieira

A atmosfera é de extrema importância para garantir a existência de vida no planeta Terra. A atmosfera é dividida em camadas, que juntas compõem uma extensão de aproximadamente 1000 km, sendo elas: troposfera, estratosfera, mesosfera, termosfera e exosfera. Estas camadas não são distribuídas de forma igualitária e sua distância varia conforme a densidade dos elementos químicos que as compõem, isto é, à medida que se afastam do planeta Terra, mais rarefeitas elas são.

Camadas da atmosfera

Foto: Reprodução

Troposfera

A troposfera é a camada mais próxima da crosta terrestre, onde vivemos e respiramos, a troposfera vai do nível do mar até 12 km de altura. Nesta camada ocorrem os fenômenos climáticos, como por exemplo, chuvas, formação de nuvens, relâmpagos, entre outros. É composta de elementos como nitrogênio, oxigênio e gás carbônico.

Quase todo vapor encontrado na atmosfera situa-se na troposfera, que ocupa 75% da massa atmosférica, é na troposfera que também ocorre a poluição do ar. Aviões de passageiros e de transporte de cargas voam nesta camada. As temperaturas variam de 40°C até -60°C, isto é, quanto maior a altitude menor será a sua temperatura.

Estratosfera

A estratosfera é a segunda camada mais próxima do planeta Terra, nela encontramos o gás carbônico, responsável pela barreira de proteção dos raios ultravioletas, conhecida também como Camada de Ozônio. Pode chegar a até 50 km de altura, a estratosfera é conhecida por apresentar pouco fluxo de ar e por ser muito estável.

As temperaturas na estratosfera variam de -5°C a 70°C, dentro da estratosfera circulam balões de medição climática e aviões supersônicos. Nesta camada existe uma pequena quantidade de oxigênio, não sendo propícia para a presença do ser humano, porém, no dia 14 de outubro de 2012, o austríaco Felix Baumgartner saltou de uma altura de 39 km, utilizando-se de uma roupa especial que garantisse a sua respiração.

Mesosfera

A mesosfera possui altura de até 80 km, é caracterizada por ser muito fria, com temperaturas que variam em torno de -10 a -100°C, no entanto sua temperatura não é uniforme, uma vez que a parte de contato com a estratosfera é um pouco mais quente. Nesta camada não existem gases ou nuvens capazes de absorver a energia solar, e é na mesosfera que ocorre o fenômeno da aeroluminescência.

Termosfera

É a camada atmosférica mais extensa, e pode alcançar 500 km de altura. Na termosfera o ar é escasso e por isso, absorve facilmente a radiação solar, chamado de oxigênio atômico, um tipo de gás que absorve a energia solar em grande quantidade. Na estratosfera sua temperatura pode atingir até 1.000°C, sendo a camada mais quente da atmosfera.

Exosfera

A exosfera é a camada mais distante do planeta Terra, alcançando os 800 km de altura. É composta por gás hélio e hidrogênio, nesta camada não existe gravidade e as partículas se desprendem da terra com facilidade. Na exosfera encontramos satélites de dados e os telescópios espaciais.

Esta camada antecede o espaço sideral, aqui as partículas se desprendem da gravidade do planeta terra, e sua temperatura pode atingir 1.000°C, é na exosfera que ocorre o fenômeno da aurora boreal.

Veja mais!