Publicado por Débora Silva

O cartão-postal, também conhecido como bilhete-postal ou postal, é como se fosse uma carta mais simples: é um pequeno retângulo de um fino papelão, que foi feito para circular pelos Correios sem envelope e possui dois lados.

Cartão-postal

Foto: Reprodução

Um dos lados possui alguma imagem da cidade; o outro lado é feito para escrever o endereço do destinatário, fazer a postagem do selo e escrever a mensagem, que pode ser escrita utilizando tanto a linguagem formal como a informal, dependendo da relação e do nível de intimidade entre o remetente e o destinatário.

Por ser uma forma de expressão textual, o cartão-postal é um dos gêneros textuais utilizados no nosso cotidiano, assim como as cartas, cartões, convites, telegramas, e-mails etc.

Para que serve o cartão-postal?

Imagine-se viajando e, em um certo dia, você sente muita vontade de mostrar algum ponto da cidade em que está a alguém muito querido, além de escrever-lhe uma mensagem. O cartão-postal serviria muito bem a esta finalidade, já que contém a imagem, geralmente de algum ponto turístico da cidade, e o espaço para que você possa escrever a sua mensagem e enviá-la a quem quiser.

A história do cartão-postal

O primeiro cartão-postal foi emitido no século XIX, mas não há acordo sobre quem o inventou, existindo mais de uma versão da história de sua invenção.

O inventor pode ter sido o cidadão norte-americano H.L. Lipman, que junto com J. P. Charlton, patenteou o chamado “Lipman’s Postal Card”, em dezembro de 1862, mas os exemplares desse cartão só foram conhecidos no início da década seguinte.

Outra versão da história conta que Heinrich Von Stephan, diretor dos Correios da Confederação da Alemanha do Norte, lançou a ideia na Conferência Postal Germano-austríaca, em 1865.

A última versão diz que Emmanuel Hermann, professor de Economia Política da Academia Militar Wiener Neustadt, no Império Austro-húngaro, propôs, em janeiro de 1869, a adoção do cartão-postal, destacando a conveniência de se utilizar cartas mais simples que juntassem o baixo custo à simplicidade.

Brasil

No Brasil, o cartão-postal foi instituído em 28 de abril de 1880, pelo Decreto nº 7695, proposto pelo Ministro da Agricultura, Comércio e Obras Públicas, conselheiro Manuel Buarque de Macedo.

Os primeiros cartões-postais emitidos, hoje conhecidos como inteiros-postais, eram de monopólio oficial e já vinham com o selo. Com o passar dos anos, outros países começaram a dar autorização para que as indústrias imprimissem cartões-postais para circularem pelos Correios, após serem selados.

Veja mais!