Publicado por Natália Petrin

Você mora em uma casa, apartamento ou sobrado? Não importa o tipo de construção que você habita, sempre se refere como casa, certo? “Vamos para minha casa?” pode ser usado por você para qualquer um desses tipos de construção ao chamar um amigo para ir estudar ou brincar na sua casa.

Conceito

O conceito de casa envolve um edifício feito para habitação, e costuma ser referência aos tipos diferentes de construção, que podem ter um ou vários andares, desde que seja destinada à habitação de uma única família.

Trata-se de um abrigo contra condições climáticas como chuva, sol e frio, por exemplo, mas também um lugar para proteção e para guardar os seus bens em segurança quando tem que sair, por exemplo.

Casa: conceito e exemplos de moradia

Foto: Pixabay

“Casa” é um termo que também pode ser usado em sentido figurado, referindo-se à origem de algo ou de alguém, além de sua terra natal. Por exemplo, “Sou muito feliz na Inglaterra, mas sinto saudades de casa (Brasil)”.

É usado também para referir-se a um estabelecimento mercantil ou industrial, como na frase “Essa é a casa mais antiga nesse setor”, para instituições que reúnem pessoas que tenham interesses ou origens comuns “Nesse final de semana teremos festa na Casa Saramago”, ou ainda sede de instituições.

Estrutura

As casas são dispostas de divisões que variam muito em quantidade e tamanho, mas que podem envolver sala de estar, sala de jantar, cozinha, quartos, sótão, entre outros, e são o teto dos membros de uma determinada família.

História

Mas será que nos tempos mais antigos, bem no princípio, o ser humano tinha casa? Cerca de 300 mil anos atrás, surgiram os primeiros antecedentes de uma casa: caçadores construíam cabanas temporárias com ramos e arbustos para se abrigarem.

Antes disso, no entanto, o homem fazia uso de formações naturais para abrigar-se, como as cavernas. Essas cabem mais no conceito de abrigo do que de lar. A casa surgiu como um elemento fundamental na constituição da vida humana a partir do momento em que o homem deixou o nomadismo para começar a fixar sua vida em uma determinada região.

Foi surgindo a necessidade de proteção e abrigo permanentes para que pudessem desenvolver sua vida.

Tipos de casas

Podemos separar as casas em casas de palafita, que são feitas em madeira e ficam suspensas por estacas, pois normalmente embaixo passam águas de rios;

Barracos que normalmente são feitos em bairros mais pobres, são simples e feitas com diversos materiais;

Casas de pau a pique são aquelas que, bastante simples, são construídas em estradas, normalmente em cidades de interior, sítios ou chácaras. As paredes são de barro e varas de árvores, enquanto os telhados são feitos de palha ou com mais varas e barro, ou ainda, algumas, de telha comum;

Alvenaria, que são casas feitas com tijolo, cimento e areia, podendo ser térreas ou sobrados, variando de acordo com o gosto e condições financeiras;

Edifícios, por fim, separados em apartamentos, são construídos com armações de ferro de forma que sustentem toda a estrutura. Existem ainda os condomínios, que são um grupo de casas em que pessoas de diversas famílias moram em casas diferentes.

Veja mais!