Publicado por Anna de Cássia

Alguma vez, enquanto lia um texto, você encontrou um “ç” e não soube o que era? Afinal, o que esse rabinho em baixo do “c” significa? Alguém escreveu errado, ou essa letra realmente existe? Como se lê uma palavra com “ç”?

Se você ficou muito confuso, não se preocupe. Primeiramente saiba que você não foi o único, e saiba também que é muito comum ser confundido por esse sinal, acontece com quase todo mundo. Se você deseja saber mais sobre essa letra e entender para que serve, basta continuar lendo esse texto.

Cedilha

Foto: Reprodução

O que é a cedilha?

Cedilha é o nome que a gramática da língua portuguesa dá a esse sinal que aparece em baixo da letra “c”, como se fosse um rabinho. Por isso, o “ç” é chamado de “c cedilha”. Um fato interessante é que a cedilha existe apenas no português. Se você for olhar em outras línguas, como por exemplo o inglês, vai ver que não existe o cedilha em nenhuma palavra.

Para que serve a cedilha?

Quando colocamos o “ç” em uma palavra, o “c” troca seu som e passa a funcionar como um “s”. Por exemplo, a palavra criança possui um cedilha, mas nós não lemos “crianca”, e sim “crianssa”. O “ç” passa a ser som de “s”.

Quando podemos usar o cedilha?

Primeiro, decore a regra mais importante de todas: o “ç” nunca pode ser usado no começo da palavra. Não existe nenhuma palavra que começa com “ç”. Outra regra importante é que o cedilha deve ser usado apenas antes das letras “a”, “o”, “u”. Não se pode usar “ç” antes de “e” ou “i”. Por quê? É muito simples.

Leia: Ca, ce, ci, co, cu.

Perceba que o “ce” e “ci” são lidos como se fossem um “s”, mesmo sem a presença do cedilha. Cebola, cinema, bicicleta, cinto, todas essas palavras você lê o “c” como se fosse um “s”, pois ele está antes de “e” ou “i”.

Já em casa, cozinha e cueca o “c” é lido com seu som original, por esse motivo, quando queremos que o “c” assuma um som de “s” antes das letras “a”, “o”, “u”, utilizamos o cedilha.

Exemplos de frases com “ç”

  • Ça: cabeça, calça, doença, praça, raça, etc.
  • Ço: palhaço, braço, reconheço, satisfaço, recomeços, etc.
  • Çu: açúcar, muçulmano, cabeçudo, doçura, etc.
  • Ção: lição, tradição, vegetação, vacinação, etc.
  • Ções: corações, vibrações, variações, situações, etc.

Veja mais!