Publicado por Priscila Melo

Você sabia que a chuva já é naturalmente ácida? Pois é! Isso acontece porque ela possui em sua composição dióxido de carbono (CO2) na atmosfera. Mas a sua acidez natural é muito baixa e não afeta o meio ambiente, porém devido a intervenção do homem essa acidez tem aumentado, criando assim a chuva ácida que pode causar diversos danos. Continue lendo e conheça um pouco mais sobre ela.

A origem da chuva ácida

Com a revolução industrial do século XVIII aconteceram muitos avanços tecnológicos e consequentemente mais rapidez na forma de produzir, mas por outro lado, deu origem a uma significativa alteração no meio ambiente. As fábricas com suas máquinas a vapor, queimavam toneladas de carvão mineral para gerar energia, liberando assim muitos gases poluentes no ar. A partir desse momento começam a surgir as chuvas ácidas. Mas esse termo “chuva ácida” só veio aparecer no ano de 1872, na Inglaterra, pelo climatologista Robert Angus Smith, que foi o primeiro a estudar e relacionar o fenômeno com a poluição atmosférica.

As causas

Nos dias atuais, a chuva ácida tem sido um dos principais problemas ambientais nos países industrializados. Ela se forma a partir de uma grande concentração de poluentes químicos, que são liberados na atmosfera todos os dias. Esses poluentes vêm, principalmente, da queima de combustíveis fósseis, formam nuvens, neblinas e até mesmo neve.

Essa chuva é composta por vários ácidos, como o óxido de nitrogênio e os dióxidos de enxofre, que são resultantes da queima de combustíveis fósseis (como o carvão, o óleo diesel, a gasolina e outros).

Chuva ácida - Origem, causas e consequências

Foto: Reprodução

As consequências

Quando as chuvas ácidas acontecem, provocam diversos danos ao solo, plantas, construções históricas, animais marinhos e terrestres e etc. Essa chuva pode até mesmo provocar o descontrole de ecossistemas, exterminando certos tipos de animais e de vegetais. Pode poluir rios e fontes de água e ainda prejudicar diretamente a saúde do ser humano, causando doenças pulmonares.

Em lugares onde a poluição era muito grande e as chuvas aconteciam com muita frequência, foram relatados casos de crianças que nasciam sem cérebro ou com outros defeitos físicos.

O Protocolo de Kyoto

Os países mais industrializados, principalmente os que estavam em desenvolvimento, como o Brasil, Rússia, China, México e Índia, possuíam os níveis de poluição ainda mais acentuados. Com isso, representantes de centenas de países se reuniram em 1997, na cidade de Kyoto, no Japão, para discutir sobre o futuro do nosso planeta e formas de diminuir a poluição mundial.

O documento que foi resultado dessa reunião foi o Protocolo de Kyoto, nele ficou estabelecido que algumas propostas para reduzir a poluição seriam tomadas. Mas os EUA, afirmaram que esse acordo iria prejudicar o crescimento industrial do país e foram contra o acordo.

Veja mais!