Publicado por Débora Silva

Você já deve ter visto, seja na banca de frutas do supermercado ou na fruteira de sua casa, um cacho de bananas que não estava amarelinha, ou seja, as frutas ainda não tinham amadurecido, estavam verdes. Você também já deve ter notado que, dentro de poucos dias, a banana amadurece e tudo muda: elas ficam mais amarelas, macias e doces. Muitas pessoas conhecem dois “truques” para amadurecer bananas verdes rapidamente: um deles é colocá-las dentro de uma sacola ou embrulhadas em um jornal; o outro é colocar a fruta madura perto de uma verde e, dessa maneira, a última amadurecerá mais rápido, principalmente se o dia estiver quente. Mas, por que será que isso acontece? E como isso ocorre?

Como as frutas amadurecem?

Foto: Reprodução

O amadurecimento das frutas e o etileno

O processo de amadurecimento das frutas acontece devido a um gás produzido por elas mesmas: o eteno ou etileno. A molécula desta substância química natural é formada por dois átomos de carbono e quatro átomos de hidrogênio. O etileno funciona como um hormônio e é produzido a partir das células, estando presente em toda a estrutura do fruto, desde a casca até o seu interior.

Em 1901, um cientista russo chamado Dimitry Neljubow percebeu que as plantas ao redor de um gasoduto comercial apresentavam um crescimento bastante acelerado. Ao pesquisar e analisar a causa, Neljubow verificou que isso acontecia porque as tubulações do gasoduto liberavam gás etileno. Três décadas depois, pesquisadores descobriram que as plantas não apenas reagem ao etileno, como elas realmente produzem este gás, que é o responsável pelo amadurecimento das frutas.

As reações no processo de maturação das frutas

Durante o processo de amadurecimento das frutas ocorrem as três seguintes reações:

  • Oxidação de lipídios – É a reação produzida pelo gás etileno e responsável pelo rompimento das fibras da fruta, deixando-a macia;
  • Hidrólise do amido – É durante este processo de quebra das ligações de amido que aparece a doçura das frutas maduras. Como isso acontece? Nesta reação, a molécula do amido que está no interior do fruto verde é quebrada, produzindo açúcares e, consequentemente, deixando a fruta mais doce;
  • Hidrólise das moléculas de clorofila – O gás etileno também é responsável por quebrar as moléculas de clorofila – um pigmento que fornece a cor verde dos vegetais – que estão presentes na casca da fruta. Durante o amadurecimento da fruta, a clorofila vai diminuindo e, por isso, a fruta muda de cor, tornando-se avermelhada ou amarelada.

Veja mais!