Publicado por Katharyne Bezerra

A indagação de “como começar as aulas bem?” é uma das mais frequentes entre os alunos. Quanto mais se aproxima o início do ano, mais os estudantes tendem a se perguntarem essa mesma questão.

De acordo com a educadora e pedagoga Maria Júlia Ferreira, um dos principais passos para iniciar as aulas bem é a organização. Assim, os alunos não acumulam atividades.

“É possível organizar o tempo ao longo do ano adotando uma agenda simples, na qual os estudantes podem registrar o horário das aulas e todos os compromissos escolares, como lições de casa, datas para entrega de trabalhos e provas”, aconselha a profissional que integra a equipe da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.

Para ajudar os estudantes que têm dúvidas de como iniciar bem o ano letivo, abaixo seguem 15 dicas para que esse processo seja o mais simples, legal e proveitoso possível.

Dicas e truques de como começar as aulas bem

Um dos principais passos para iniciar as aulas bem é a organização

Os pais devem ajudar os filhos para que esse início seja bem sucedido (Foto: depositphotos)

1. Dividir os horários

Como dito pela pedagoga Maria Júlia, a organização é um ponto crucial para quem deseja ter bons resultados logo no início do ano.

Em primeiro lugar, o estudante deve dividir os horários seja em uma agenda, bloco de notas ou até mesmo no próprio celular. Isto porque, é possível visualizar com mais clareza o que deve ser feito, quando e onde.

2. Adiantar as leituras

Outro ponto que merece atenção do estudante é a lista de leituras que algumas escolas pedem desde o início do ano. Provavelmente, livros literários que podem ser lidos com antecipação.

Veja também: Como fazer as tarefas da escola sem a ajuda do reforço escolar?

Com toda a organização de horário de revisão em casa, o estudante também pode encontrar um momento ideal para adiantar essas leituras. Porque quanto mais cedo ler, menos atividades terão no futuro.

3. Prestar atenção nas aulas

Quando o aluno resolve prestar atenção as aulas, ele aumenta as chances de entender o assunto. Consequentemente, não vai precisar “quebrar a cabeça” tentando fazer isso em casa, na hora da revisão.

Mesmo nas matérias mais simples, como também e principalmente nas quais o estudante tem mais problema em aprender.

4. Reforçar as atividades em casa

Depois de prestar atenção em sala de aula, é hora de reforçar os assuntos em casa. Além das atividades que o professor passou para serem realizadas em casa, o estudante também pode criar seus próprios exemplos.

Melhor ainda é procurar por exercícios semelhantes, para fixar ainda mais as atividades na mente. Por isso, é importante buscar sempre novas fontes do mesmo conhecimento.

5. Usar a tecnologia ao próprio favor

Tablets, celulares e games devem ser usados como apoio para crescer nos estudos

A tecnologia não pode ser uma distração, mas uma ferramente parA fixação de conteúdo (Foto: depositphotos)

Além das dicas já mencionadas anteriormente, outro ponto bastante importante é fazer o bom uso da tecnologia. Isso porque, ela não deve ser uma fonte para distração, mas sim um elemento de apoio para crescer nos estudos.

Por exemplo, a web deve ser fonte de simulados, para melhorar nos exercícios; vídeos, para ajudar no entendimento de algum assunto mais complicado; e até mesmo textos, que consigam transmitir informações seguras e fáceis.

Veja tambémQual o papel da escola?

6. Tirar as dúvidas na sala de aula

Enquanto que em casa o estudante pode reforçar o que aprendeu na escola, dentro da sala de aula ele pode tirar todas suas dúvidas junto ao professor. 

Em outras palavras, esse é o momento mais oportuno para o aluno aproveitar todo o conhecimento do mestre e explorar as mais diversas dúvidas sobre determinados assuntos.

7. Arrumar um local para estudar

Independentemente de onde o estudante vai aproveitar para rever os assuntos passados em sala de aula, é importante ter esse ambiente. Seja em casa, na biblioteca da escola ou até mesmo no próprio quarto.

Esse ambiente deve ser livre dos barulhos e de distrações. De toda forma, precisa ser um lugar aconchegante, confortável, bem iluminado e que a pessoa possa estar conectado com os exercícios.

8. Incluir músicas durante o estudo

A concentração pode demorar para chegar, por isso o estudante pode dar uma forcinha a si mesmo providenciando uma boa música.

Entretanto, a música não deve ter uma letra muito conhecida ou um ritmo dançante. Pelo contrário, a ideia é que ela seja tranquilizadora, para que a mente consiga absorver o que realmente importa, isto é, o conteúdo estudado.

9. Ser mais sociável e empático

Essas dicas são especialmente relevantes para quem acabou de chegar em uma escola nova. Nesse sentido, é importante fazer novos amigos, apresentar-se aos colegas e aprender a conviver com as mais diversas diferenças.

Infelizmente, existem muitos casos de Bullying nas escolas, que são atitudes de violência física e psicológica entre alunos.

É importante que se evite e combata esse tipo de atitude, ajudando uns aos outros e sempre relatando tais acontecimentos para professores e gestões.

10. Estudar antes das provas

O mesmo vale para trabalhos e leituras, faça tudo com antecedência para sair bem feito

Não acumular conteúdo é uma dica chave para não se dar mal nas provas (Foto: depositphotos)

Para ter um bom desempenho nas provas e avaliações é preciso estudar com bastante vontade. Não adianta pegar no caderno ou nos livros faltando apenas um dia para os exames.

Vale ressaltar que quanto antes se preparar, fazer as atividades diárias, prestar atenção nas aulas, mais resultados positivos o estudante vai ter.

Veja também: Como organizar a minha mochila escolar

11. Não deixar tudo para última hora

Além de não deixar de estudar para as provas de última hora, é importante também não deixar nenhuma atividade passar do prazo estipulado pelo professor. E essa mesma regra vale para os trabalhos escolares.

Por isso, tanto as leituras de livros como também as atividades para casa devem ser feitas o quanto antes. É sempre mais interessante estar adiantado nos assuntos.

12. Ajudar colegas

Para melhorar o desempenho nas disciplinas, o aluno pode ajudar um colega que apresenta dificuldade em determinado assunto.

Ao mesmo tempo que o estudante ajuda um colega, ele também consegue dar continuidade aos estudos. Consequentemente, passa a fixar ainda mais o conteúdo abordado.

13. Ser amigo do professor

Outro ponto que merece destaque é buscar sempre ter um bom relacionamento com todos os professores.

Não existe professor chato ou que persegue os alunos. Na verdade, há mestres que exigem mais dos estudantes, pois eles sabem que é possível.

Sendo assim, ter o professor como amigo é uma forma mais descontraída de assistir uma aula. Os assuntos acabam fixando com mais naturalidade.

14. Dedicar-se nos primeiros semestres

Uma boa dica para quem deseja começar bem as aulas e dar continuidade a esse esquema durante todo o ano é dedicar-se logo nos primeiros semestres. 

Entretanto, isso não significa dizer que o aluno deve descuidar dos estudos no final do ano. Pelo contrário, deve dar tudo de si no começo para que no final não tenha tanta preocupação por notas.

15. Dar tempo para diversão

Para se dar bem na escolar, o estudante precisa ter uma rotina sadia, isso inclui lazer e descanso

É necessário que o estudante consiga um tempo para o lazer de forma diária (Foto: depositphotos)

Assim como tudo na vida, o excesso nunca é saudável. Desta mesma forma aplica-se com relação aos estudos.

Veja também: Como aprender a estudar pelo tablet e qual a melhor forma

Por esta razão, é necessário que o estudante consiga um tempo para o lazer de forma diária. Da mesma maneira como estudar é importante, o descanso e a diversão também são. Com organização, há tempo para tudo durante todo o ano letivo.

Iniciar o ano letivo bem

Por fim, Maria Júlia aconselha que os alunos devam encarar os estudos com seriedade. Só desta forma, é possível começar as aulas bem.

“Decida desde o início ser um aluno sempre presente. Férias no período de férias e estudo diário no período letivo”, aconselha a pedagoga.

Veja mais!