Publicado por Robson Merieverton

Conhecida como o mais antigo livro da humanidade, a bíblia sagrada é definida por um conjunto de livros canônicos do judaísmo e do cristianismo que orientam o comportamento dos cristãos. Esse livro é dividido em duas parte: Antigo Testamento e Novo Testamento.

Dada a sua importância e relativa complexidade para leitura, muita gente tem dúvidas quanto a encontrar os textos descritos.

A partir das orientações passadas neste texto, você vai ter a oportunidade de esclarecer muitas delas, o que vai ajudar na leitura e na própria interpretação dos fatos descritos. Os textos publicados na bíblia são divididos em capítulos e versículos, o que causa confusão em muita gente, sobretudo quando procuram um trecho específico.

Bíblia Sagrada: conceito e definição

A bíblia é o livro mais vendido de todos os tempos. A julgar pela sua importância, ela já foi traduzida em mais de dois mil idiomas diferentes. Argumentos históricos sugerem que o livro foi escrito por mais de 40 homens, tendo demorado cerca de 1.600 anos para ser inteiramente concluída. O primeiro livro da bíblia, o Gênesis, foi escrito por volta de 1445 a.C. e o último livro, o Apocalipse, por volta de 90 a 96 d.C.

A bíblia já foi traduzida em mais de dois mil idiomas diferentes

Os textos da bíblia são divididos em capítulos e versículos (Foto: depositphotos)

Sabe-se que o livro foi escrito em três línguas: hebraico, aramaico e grego. Na divisão cronológica, o livro contém o Antigo Testamento, escrito em sua grande maioria em hebraico e algumas partes em aramaico e o Novo Testamento, escrito inteiramente em grego. Para os católicos, a bíblia é composta por 73 livros divididos em 46 do Antigo Testamento e 27 do Novo Testamento. Para os protestantes, são 66 livros, 39 do Antigo Testamento e 27 do Novo Testamento.

O Antigo Testamento relata histórias relacionadas à criação do mundo e todos os acontecimentos que se seguiram até os anos 445 a.C. ele é composto pelo Pentateuco, Livros Históricos, Livros Poéticos e Livros Proféticos. O Novo Testamento traz história de Jesus Cristo, englobando acontecimentos durante sua vida e após a sua morte. Essa parte é formada pelos Evangelhos, Atos dos Apóstolos, Cartas, e o Apocalipse.

Como procurar livros, capítulos e versículos na bíblia

Depois de conhecer um pouco mais sobre a bíblia, agora chegou a hora de aprender a melhor forma de se encontrar em meio as escrituras sagradas. Para isso foi criada uma divisão que está descrita entre livros, capítulos e versículos. Para que não aja mais confusão, na bíblia os capítulos são indicados com números grandes e os versículos com números pequenos. Já o nome do livro é indicado com a abreviação do mesmo.

Forma simples

Geralmente a indicação do texto bíblico é dado da seguinte forma: MC. 2, 30-35. Assim, detalhando essa indicação temos: MC indica o livro, no caso Livro de Marcos; 2 indica que o texto foi extraído do segundo capítulo, enquanto 30-35 os versículos onde está a citação. Essa é uma das formas mais simples de indicação dos trechos que são retirados da bíblia.

Sequência maior de versículos

Para os casos mais completos podem ser identificados uma sequência maior de versículos. A vírgula pode aparecer também para separar mais de um capítulo e o ponto deve ser interpretado como a abreviação do livro. A partir da utilização dos símbolos citados, a indicação pode ser formada por um grupo de dois versículos: MC. 6, 4-8. 12-14. Dessa forma, a indicação é praticamente a mesma do exemplo anterior, o que muda é que nessa citação aparece mais um grupo de versículos.

Terminação ss

Para os casos em que a indicação termina com “ss”, a indicação sugere que todos os versículos posteriores ao indicado pelo número antes do “ss” sejam lidos. Outro caso também recorrente é quando um traço mais longo aparece entre os números. Nesse caso, mais de um capítulo está sendo sugerido para a leitura. Veja o exemplo: Mt. 4—8. Nesse caso, você deve ler os capítulos de 4 a 8 do livro de Mateus.

Indicação de capítulos longos

Casos em que sejam indicados capítulos mais longos com versículos também podem aparecer. Dessa forma, a interpretação deve ser a seguinte: A partir do exemplo 1 Cor. 9, 21-24; 12, 9-12, a interpretação sugere que o texto for extraído da primeira carta aos Coríntios (1 Cor.), cujo capítulo é o nono (9), e os versículos são do 21 ao 24, seguindo com mais um capítulo (12) e mais um conjunto de versículos para ler, no caso do 9 ao 12.

Veja mais!