Publicado por Lia Vieira

O chocolate é produzido a partir de fases, desde o processo da escolha do cacaueiro, extração de sementes, transformação em chocolate, definição dos tipos de chocolate, refinamento, conchagem, temperagem até a sua embalagem.

Não importa qual seja o formato do chocolate, em barra, bombom ou ovo de Páscoa. O chocolate precisa passar por uma grande transformação até chegar as nossas mãos com a garantia de sabor e textura certa, confira agora neste artigo como o chocolate é feito!

Escolha do cacaueiro

Não importa se o chocolate será branco, ao leite ou meio amargo, a primeira etapa é a escolha do cacaueiro.

Para dar bons frutos, a árvore precisa estar plantada em região quente e úmida, preferencialmente debaixo de outras copas, protegida por folhas mais altas.

Extração de sementes

O cultivador deve extrair as sementes do cacau ao sol, em seguida, por meio de um processo de compressão, as sementes são torradas para desprender sua película protetora, ficando então, prontas para serem moídas.

Nesta etapa, é separado a manteiga de cacau, que representa metade da semente.

Transformando em chocolate

Como o chocolate é feito?

Foto: Pixabay

Durante a compressão, a massa formada é chamada de “torta de cacau”, que possui até 20% de gordura. Uma parte dela é transformada em chocolate em pó, enquanto a outra vira pedaços de cacau integral, os chamados kibbleds.

Os kibbleds são a matéria-prima do chocolate que conhecemos.

Definição dos tipos de chocolate

Para realizarmos o chocolate ao leite, os kibbleds são misturados com açúcar cristal, manteiga de cacau e leite, gerando uma nova massa.

Para chegar ao chocolate amargo, a mistura não recebe leite.

Já no chocolate branco, a manteiga de cacau e o açúcar predominam em maior quantidade na receita.

Refinamento do chocolate

A massa de chocolate passa por um conjunto de cilindros de metal, bastante estreitos. Com isso, ocorre a redução dos cristais da mistura a tamanhos praticamente imperceptíveis a língua humana.

Nesta fase, é possível garantir que a textura dos grãos não será sentida.

A mistura: conchagem

A conchagem serve para deixar o chocolate mais leve e homogêneo, além de adicionar novos ingredientes à receita, como lecitina de soja, um composto usado para dar viço e facilitar a posterior moldagem do chocolate.

Em uma batedeira gigante, a mistura passa horas seguidas sendo processada, em local aquecido. Este procedimento de mistura também serve para perder a acidez e umidade dos ingredientes.

Temperagem do chocolate

O chocolate passa por diversos tipos de temperatura, para que os cristais de manteiga de cacau e açúcar se estabilizem definitivamente.

Essa etapa é chamada de temperagem, é minuciosa, afinal, um erro na intensidade de calor e o resultado pode ser manchas esbranquiçadas, falta de brilho ou até mesmo a presença de cristais de açúcar.

Ao final desta fase, é realizado a moldagem do chocolate (formato).

Embalando o chocolate

O chocolate é embalado a vácuo para que o chocolate não tenha contato com o oxigênio e a umidade externa.

Antes do produto finalizado ir para as caixas (para venda), é realizada uma degustação com uma equipe dentro das indústrias, para se certificar que a qualidade do produto fornecido encontra-se correta.

Veja mais!