Publicado por Ana Ligia

Já é de conhecimento geral que comemoramos o Natal como forma de homenagear o nascimento de Jesus Cristo. Mas nem sempre a celebração ocorreu no dia 25 de dezembro.

Antigamente o Natal era comemorado em diversos dias, pois não se sabia, ao acerto, qual era a data de nascimento de Jesus. Foi no século 4 que se convencionou que 25 de dezembro seria a data de comemoração oficial do aniversário de Cristo. Na Roma Antiga essa era a data usada para comemorar o solstício de inverno, fenômeno astronômico utilizado para marcar o início do inverno.

Antigamente as festas de Natal costumavam durar cerca de duas semanas, pois 12 dias foi o tempo que o Três Reis Magos levaram para conseguir chegar até a cidade de Cristo com os presentes para ele.

Como surgiu o Natal e a figura do Papai Noel

Foto: depositphotos

Por isso a tradição da árvore de Natal pede para que as árvores e decorações natalinas sejam desmontadas no dia 6 de janeiro; exatos 12 dias após 25 de dezembro. E antes da data ser oficializada em Roma, no Oriente a celebração do nascimento de Jesus acontecia no dia 6 de janeiro.

Origem do Papai Noel

O famoso e tradicional Papai Noel é uma figura lendária no Natal. O bom velhinho que costuma trazer presentes para as crianças que se comportaram bem foi inspirado em um bispo da Turquia, no século 4.

O bispo São Nicolau de Bari ficou conhecido pela sua bondade e generosidade, costumando ajudar pessoas que passavam, principalmente, por dificuldades financeiras.

Logo depois de sua morte (6 de janeiro) Nicolau foi canonizado pela Igreja Católica, devido à sua bondade e aos milagres que lhe foram atribuídoA primeira associação de Nicolau com o Natal aconteceu na Alemanha e rapidamente propagou-se por todo o mundo.

No Brasil a figura do bom e generoso velhinho ficou conhecida como Papai Noel. Nos Estados Unidos, Santa Claus e em Portugal Pai Natal.

Veja mais!