Publicado por Katharyne Bezerra

Crianças têm muita dificuldade em aceitar diferentes tipos de alimentos. Verduras, legumes e até algumas frutas parecem coisas de outro mundo, com um sabor terrível e que desagradam o paladar. Esse bicho de sete cabeças, que os produtos naturais viraram, é em grande parte, responsabilidade dos pais, que por medo dos pequenos ficarem com fome acabam dando uma outra opção de refeição que mais lhe agradam, com frituras e zero elementos saudáveis nos pratos.

Antes de qualquer dica para se ter refeições naturais e saudáveis, é preciso saber os horários corretos para se alimentar. Este é um ponto muito importante para quem deseja crescer e ficar forte, tendo em vista que se consumidos nos momentos corretos, o organismo fica condicionado a receber os nutrientes de forma regular e assim fica mais fácil o crescimento.

Quais os horários para as refeições?

Comer bem não é sinônimo de comer muito. Isto é apenas um mito criado, mas que não condiz com a realidade. Comer bem, na verdade, é sinônimo de comer com equilíbrio e harmonia. Primeiramente se delimita a quantidade de refeições feitas por dia. O ideal é uma a cada três horas. Desta forma, ficam condicionadas as seguintes refeições:

  • Café da manhã;
  • Lanche da manhã;
  • Almoço;
  • Lanche da tarde;
  • Jantar;
  • Ceia.
Como ter uma alimentação saudável quando criança?

Foto: Pixabay

Vale ressaltar a importância nutricional em cada refeição, isso porque umas pedem mais nutrientes que outras. Por exemplo, o café da manhã é uma das alimentações mais importantes, tendo em vista que depois dela ainda há um dia todo pela frente e o corpo precisa de muita energia. Já a janta e a ceia pede uma refeição mais leve, que seja de fácil digestão pois o organismo funciona mais devagar à noite.

Fazendo refeições saudáveis

Uma alimentação saudável exclui alguns alimentos por completo ou recomenda a diminuição de seus consumos. Enquanto que propõe o aumento de produtos de origem natural ou com rico teor de fibras. Frituras, bebidas gaseificadas, doces e alimentos muito gordurosos, são eliminados da lista de quem deseja crescer saudável. Ou pelo menos o consumo deve ser menor.

Já para garantir um desenvolvimento saudável do corpo, alimentos como frutas, legumes, cereais, sucos etc. devem ser consumidos diariamente. Além disso, é recomendado muita ingestão de água, substituir o sal por alho e cebola no preparo das refeições e apostar na dobradinha brasileira, arroz e feijão, pelo menos cinco vezes na semana, isso porque é a combinação perfeita de nutrientes que precisamos no dia a dia.

Veja mais!