Publicado por Natália Petrin

Chamamos de células as menores unidades vivas de um organismo e, portanto, as unidades fundamentais da vida. São encontradas em qualquer ser vivo, mas podem variar de acordo com o grupo.

Apresentam, apesar das diferenças, algumas semelhanças:

  • Todas as células possuem membrana plasmática, citoplasma e material genético (localizado ou não no núcleo).
  • São procariontes.
  • São compostas de membrana, citoplasma e núcleo.
  • Presença de ribossomos, retículo endoplasmático, complexo golgiense, peroxissomos e mitocôndrias.

Quando possuem núcleo, como é o caso das células animais e vegetais, de que se trata o artigo, são chamadas de eucariontes, e quando não possuem núcleo definido, são chamadas de procarionte. A membrana plasmática reveste a célula de forma que consegue controlar o que entra e o que sai dessa estrutura, enquanto o citoplasma é a região entre o núcleo (onde ficam as organelas, responsáveis pela diferenciação entre os tipos de células) e a membrana. O núcleo é a região onde ficam armazenadas as informações genéticas dos seres vivos.

Compreendendo as células animais e vegetais

Imagem: Reprodução/ internet

Células animais

As células animais não tem parede celular, além dos cloroplastos, também ausentes. Cada uma das suas partes tem uma função distinta. Confira:

  • Membrana celular: formada por uma camada dupla de fosfolipídios com colesterol e proteínas. Trata-se de uma capa que é dinâmica e flexível onde podem formar-se vesículas que englobam as substâncias. Estas, por sua vez, podem atravessar a membrana por difusão ou por transporte ativo, com gasto de energia.
  • Citosol: fluído presente no citoplasma.
  • Núcleo: o núcleo tem um nucléolo e os filamentos de material genético, além de ser delimitado por um envoltório nuclear.
  • Retículo endoplasmático: conjunto de membranas que formam os sáculos e tubos conectados entre si e com a membrana celular e o envoltório nuclear. Podem ser lisas ou rugosas, sendo que esta última possui ribossomos.
  • Complexo golgiense: é um conjunto de sáculos achatados que realiza a secreção celular.
  • Centríolos: são formados por tubos de proteínas e estão relacionados à organização do citoesqueleto, além dos movimentos dos cílios e flagelos.
  • Vesículas: são estruturas pequenas membranosas que transportam as substâncias.
  • Ribossomos: orgânulos que produzem proteínas.
  • Citoesqueleto: são os filamentos proteicos que constituem uma rede e dão forma às células. Participam, também, do transporte de substâncias.
  • Mitocôndrias: são responsáveis pela respiração celular.

Células vegetais

As células vegetais constituem o organismo das plantas e têm parede celular que recobre a superfície, o que fornece proteção e resistência.

  • Conjunto de membrana celular e parede celular: permitem a união das células e a passagem de determinadas substâncias entre elas.
  • Citosol: é o fluído que ocupa o citoplasma.
  • Vacúolo: vesícula que armazena substâncias.
  • Cloroplastos: grânulos com membrana que os separa do citoplasma. Em seu interior encontram-se sáculos que contêm clorofila. Essas partes estão presentes nas partes verdes.
  • Complexo golgiense: é um conjunto de sáculos cuja função é semelhante à dos animais.
  • Mitocôndrias: são responsáveis pela respiração celular.
  • Retículo endoplasmático: tem as mesmas funções do que nas células animais.
  • Núcleo celular: mesma função e estrutura que nas células animais.

Veja mais!