Publicado por Katharyne Bezerra

Quanto tratamos do assunto gênero na língua portuguesa, estamos nos referindo ao masculino e o feminino das palavras que dão nome as pessoas, animais, objetos, entre outros. É necessário entender o que significa substantivo, adjetivo, artigo e pronomes. Então, apertem os cintos e vamos viajar no mundo linguístico do português.

Substantivo, adjetivos, artigo e pronomes: o que são?

Exstem muitas classes de palavras, mas as que vão nos servir nesse artigo são: substantivo, adjetivo, artigo e pronomes.

Usamos o substantivo para definirmos os nomes de todos os seres que existem no mundo. O artigo serve para acompanhar o substantivo e pode ser definido: o, os, a, as. Ou indefinido: um, uns, uma, umas.

Já os adjetivos são as características atribuídas aos seres, e podem ser tanto elogios quanto críticas. Por fim, os pronomes que acompanham ou substituem o substantivo.

Gênero de substantivo

Biformes

Quando o substantivo é biforme, quer dizer que ele possui duas formas. Isto é, ele tem formas distintas de apresentar seres no masculino e no feminino.

Exemplos:

Menino – Menina
Aluno -Aluna
Pai – Mãe
Boi -Vaca
Cão – Cadela

Comum de dois gêneros

Nessa situação, os substantivos possuem apenas uma forma para se referir ao masculino e ao feminino. Porém, é possível perceber a qual se refere por meio dos artigos, pronomes e/ou adjetivos.

  • O estudante / A estudante – Nesse exemplo, “estudante” serve para se tratar de alguém de ambos os sexos, porém os artigos “o” e “a”, define o masculino e o feminino, respectivamente;
  • Meu jornalista / Minha jornalista- Já nesse caso, o substantivo comum de dois gêneros é “jornalista”. Só conseguimos identificar se é masculino ou feminino através dos pronomes “meu” e “minha”;
  • Jovem bonito / Jovem bonita- “Jovem” é um substantivo que serve para ambos os gêneros, porém os adjetivos “bonito” e “bonita” conseguem nos informar se tratamos de homens ou mulheres.
Conheça e entenda o genero do substantivo

Imagem: Reprodução/ internet

Epicenos

São substantivos que só apresentam uma versão para ambos os gêneros e se trata apenas de animais. Portanto, usamos o macho e fêmea para definirmos o sexo. Como exemplo podemos citar a baleia, não existe o baleio, e sim baleia macho e baleia fêmea. Veja outros exemplos.

Cobra;
Papagaio;
Aranha;
Onça.

Sobrecomum

Nesse caso, os substantivos servem para o masculino e o feminino, mas não são delimitados por nenhuma outra classe de palavra. Observe os exemplos e compreenda melhor.

A criança – É usado independentemente se for um menino ou uma menina;
A pessoa – Pode ser usado para ambos os gêneros.
O cônjuge – Da mesma forma que os outros a cima, esse exemplo também serve para falar sobre os dois gêneros.

Curiosidade

É interessante saber que existem situações nas quais alguns substantivos podem adquirir outro sentido se for levado em consideração o seu gênero. Leia as frase abaixo e entenda:

  • A cabeça de José estava doendo. (Nessa oração, cabeça é parte do corpo humano.)
  • José era o cabeça da turma. (Já nesse caso, cabeça representa inteligência, domínio.)
  • O capital de juros está alto (Capital representa dinheiro.)
  • A capital do Brasil é Brasília. (Capital representa lugar.)

Veja mais!