Publicado por Natália Petrin

Você já deve ter ouvido falar no quanto os refrigerantes fazem mal à saúde, não é mesmo? Isso quase todo mundo sabe, mas você tem ideia de quais são os malefícios?

Ataques cardíacos

Segundo o Huffington Post, o consumo de refrigerantes pode aumentar significativamente o risco de ataques cardíacos. Essa informação foi confirmada por pesquisadores de Harvard: segundo eles, ingerir bebidas açucaradas diariamente aumenta em 20% as chances de um homem ter um infarto por um período de 22 anos. O risco aumenta com a quantidade ingerida.

Doença hepática gordurosa e síndrome metabólica

O consumo de refrigerantes pode gerar o ganho de peso devido às calorias extras, mas mesmo que isso não aconteça, o líquido pode ser prejudicial para a saúde cardiovascular e faz com que mulheres sejam mais propensas a desenvolver níveis elevados de triglicérides, ou seja, de gordura no sangue.

Alguns pesquisadores descobriram que mulheres que tomavam duas porções de refrigerante por semana, pelo menos, eram quatro vezes mais suscetíveis aos níveis altos de triglicérides. A gordura acaba envolvendo os órgãos, como o fígado, e causando riscos elevados de doença coronariana cardíaca, acidente vascular cerebral e diabetes tipo 2.

Efeitos prejudiciais do refrigerante; fique atento!

Foto: Pixabay

Diabetes

De mãos dadas com a obesidade, o diabetes está relacionado com o alto consumo de açúcar. Segundo um estudo realizado com 90 mil mulheres, aquelas que ingeriam refrigerantes e sucos adoçados eram duas vezes mais propensas a desenvolver o diabetes tipo 2.

Osteoporose

Pesquisadores da Tufts University descobriram que mulheres que bebiam três refrigerantes de cola por semana tinham uma perda óssea média de 4% nos quadris e outras regiões do que as mulheres que bebem outras bebidas. Esses refrigerantes de cola contêm ácido fosfórico aromatizante que, segundo Kathleen Tucker, autor principal do estudo, causa maior acidez no organismo, o que faz com que o corpo use o cálcio para neutralizar a ação do ácido no sistema.

Refrigerante na gestação

Durante a gestação, o refrigerante faz mal, além de todos os outros motivos, por causar um desconforto abdominal, além de contribuir para o ganho de peso e retenção de líquidos. O refrigerante faz mal para o bebê, podendo dificultar o desenvolvimento físico e mental, assim como proporcionar o aparecimento de doenças como obesidade e diabetes quando nascer. O bebê e as crianças não devem, em hipótese alguma, consumir nenhum tipo de refrigerante.

Veja mais!