Publicado por Robson Merieverton

Nas rodas de amigos, alguns assuntos são terminantemente proibidos, isso é, se quiser manter a paz entre todos eles. Se você já passou por uma situação de discussões acaloradas, certamente vai saber quais são esses assuntos sem titubear. Caso não, saiba que futebol, política e religião são assuntos não muito abertos em rodas de conversa.

No que diz respeito à religião, algumas ramificações também aparecem agrupados ao tema, como a seita. Em muitos casos, nem todas as pessoas conseguem distinguir com exatidão o que os divergem ou aproximam.

Para que não exista mais dúvidas em relação a isso, a partir de agora, você terá a oportunidade de esclarecer ambos os assunto, sabendo o significado de seita e religião.

Seita

Entenda a diferença entre seita e religião e o que têm em comum

Foto: depositphotos

Sobre a seita, entende-se que ela trata de um movimento religioso minoritário. Na maioria dos casos ela surge como uma ponta independente de qualquer que seja a religião. Apesar de serem derivadas de religiões previamente existentes, incluem crenças diferentes da original.

Em algumas delas, o processo de aceitação de novos membros é o que a torna tão diferente e curiosa, assim como os rituais praticados. De forma geral, a seita é vista como um conceito complexo utilizado para grupos que professem doutrina, ideologia, sistema filosófico ou político divergentes da correspondente doutrina ou sistema dominantes.

As seitas, assim como as religiões instituídas, são agências reguladoras do pensamento e da ação, mas com a diferença de que na seita a regulação tende a ser mais totalizante, devido ao rígido controle que exercem sobre os sujeitos.

Religião

Entenda a diferença entre seita e religião e o que têm em comum

Foto: depositphotos

No conceito de religião estão presentes uma série de conjuntos, crenças e dogmas. Todos eles são marcados por normas que regem o comportamento social e individual. A religião no geral é seguida por um grupo de pessoas que acreditam em Deus ou entidades divinas. Além do mais, existem as crenças, visões de mundo e doutrina.

A religião também inclui a prática de rituais e o respeito por determinadas regras presentes na vida dos crentes. Muitas religiões têm narrativas, símbolos, tradições e histórias sagradas que se destinam a dar sentido à vida ou explicar a sua origem e do universo.

É da religião que se derivam a moralidade, ética, as leis religiosas ou um estilo de vida. A prática de uma religião pode também incluir sermões, comemoração das atividades de um deus ou deuses, sacrifícios, festivais, festas, transe, iniciações, serviços funerários, serviços matrimoniais, meditação, música, arte, dança, ou outros aspectos religiosos da cultura humana.

Veja mais!