Publicado por Robson Merieverton

Além das características que os motivam. muitos movimentos e formas de governança são conhecidos através dos seus símbolos. Eles podem demarcar uma ideia, inspiração ou até referência a algo que já foi vivenciado na história.

Em se tratando de política, um dos fatos que ficou marcado na história foi o Nazismo. Ele carregou consigo um símbolo que, mesmo tendo passado tanto tempo, continua fazendo menção ao período. Esse símbolo é a suástica, que remete a uma espécie de cruz.

Mediante a tudo isso, algumas perguntas aparecem de forma recorrente: Qual foi a inspiração ou motivação para que esse elemento fosse usado? Existe uma ligação, através da cultura e do tempo entre a suástica e o nazismo?

entenda-o-que-representa-a-suastica-do-nazismo

Foto: Pixabay

A partir da explicação a seguir, você pode encontrar a resposta para essa e tantas outras perguntas.

Nazismo

O nazismo foi uma política ditatorial que governou a Alemanha entre os anos de 1933 e 1945, liderado pelo ditador Adolf Hitler. Essa ideologia surgiu após a Primeira Guerra Mundial, que aconteceu entre os anos de 1914 e 1918.

Depois que a Alemanha foi destruída economicamente, sobretudo por ter perdido a guerra, o sentimento de revolta entre os alemães foi aflorado.

Os ocupantes do governo cobravam alguma atitude drástica que pudesse recuperar a moral perante outras nações. Esse foi um período onde muitas ideias foram difundidas, entre elas que a Alemanha estava nesta situação devido à presença dos imigrantes judeus, comunistas e liberais, que causavam a desordem e “roubavam” as oportunidades dos “alemães puros”.

O nazismo passou a figurar como uma raça superior. O domínio do ditador Hitler começou quando ele passou a integrar um grupo de ex-combatentes que, através de uma ideologia, planejavam reacender a política e economia da Alemanha.

Adolf Hitle conseguiu chegar ao poder da Alemanha no ano de 1933, depois da morte do presidente Von Hindenburg. O Nazismo ficou marcado pelos seus ideais antissemitas. Foi uma época marcada por grande massacres.

Sob ordens de Hitler teve início o Holocausto, um processo de genocídio da população que não comungava com os ideais da classe dominante. Nesse período, estima-se que tenham morrido mais de seis milhões de judeus em Campos de Concentração e por Trabalhos Forçados.

A cruz suástica: a representação gráfica

Como forma de referenciar toda essa “nova fase” que a Alemanha estava vivendo, foi adotada a cruz suástica. A imagem é considerada um dos amuletos mais antigos e universais, sendo utilizada desde o Período Neolítico.

Desde então, ela foi adotada por várias civilizações e países, tomando significados distintos. Os mais comuns era a sua ligação como amuleto de sorte, representando a prosperidade e o sucesso.

Desde que foi adotado como logotipo do Partido Nazista de Adolf Hitler, sugerida pelo poeta alemão Guido List, a cruz suástica passou a ser associada a uma imagem totalmente diferente daquela para qual foi criada.

Na ditadura nazista ela está ligada ao fascismo, racismo, à supremacia branca, à II Guerra Mundial e ao Holocausto. Depois disso, o símbolo passou a ser um dos mais odiados do mundo.

Simbologia

A suástica é definida como sendo uma cruz com os braços apontando para o sentido horário. No nazismo, o símbolo adotou uma posição diferenciada da que costumava ser vista. Ela foi posicionada da forma que sugerisse um movimento giratório, este em torno de um centro imóvel. A ela foi atribuído significado de ciclo, manifestação, ação e degeneração.

Veja mais!