Entenda por que o dia 30 de janeiro é o Dia da Saudade

Saudade é um substantivo feminino que passa a ideia de lembrança, nostálgica e, ao mesmo tempo suave, de pessoas ou coisas distantes ou extintas


Conhecida como forma de expressar a falta que uma pessoa faz no seu convívio, de um tempo que já se foi e não volta mais ou de um lugar em específico que lhe traz boas recordações. Pelo mundo, o sentimento é tão inexplicável que não existe forma de traduzi-lo, seja em qual for o idioma. Caso você ainda não tenha percebido, o assunto em questão é a saudade.

Segundo o significado expresso no Dicionário Aurélio, saudade é um substantivo feminino que passa a ideia de lembrança, nostálgica e, ao mesmo tempo suave, de pessoas ou coisas distantes ou extintas, acompanhada do desejo de tornar a vê-las ou possuí-las. Do Latim saudade vem de ‘solitate’, que na tradução literal quer dizer solidão. No vocabulário brasileiro, saudade acabou adquirindo significado romântico.

Para unir toda essa importância que a tal da saudade acabou ganhando, por que não a união de tudo isso em um dia de comemoração, que fosse de inteira reverência ao sentimento? E assim foi feito! Foi adotado o dia 30 de janeiro de cada ano para marcar o Dia da Saudade.

Entenda por que o dia 30 de janeiro é o Dia da Saudade

Foto: depositphotos

A saudade na arte literária

Se você prestou bem atenção na introdução deste texto, deve ter entendido que a origem da palavra que traduz uma série de sentimentos não é nova. Indícios históricos apontam que a palavra saudade foi usada pela primeira vez no período do Brasil Colônia. Nessa época, os portugueses sofriam com a falta da terra natal, do lar e, sobretudo, da família.

Com o passar dos tempos, a saudade foi ganhando significado poético, usada para descrever a falta que o amor fazia a uma pessoa; em tom melancólico com a distância que se tinha do lar ou até ganhando a personificação da palavra em versos poéticos e letras de músicas. Hoje, a saudade está presente, diariamente, na vida das pessoas principalmente pela ausência que o outro representa.


Exemplificando a saudade

Através do entendimento de alguns poetas brasileiros, a saudade passou a ser um sentimento bastante explorado, seja adotando significado amoroso, dramático ou de perda. Veja alguns exemplos que demonstram isso:

Saudade – (Mario Quintana)

Na solidão na penumbra do amanhecer.
Via você na noite, nas estrelas, nos planetas,
nos mares, no brilho do sol e no anoitecer.

Via você no ontem, no hoje, no amanhã…
Mas não via você no momento.

Que saudade…

Saudade – (Fernando Pessoa)

Eu amo tudo o que foi
Tudo o que já não é
A dor que já não me dói
A antiga e errônea fé
O ontem que a dor deixou
O que deixou alegria
Só porque foi e voou
E hoje é já outro dia.