Publicado por Lia Vieira

Existem dois tipos de sistema de produção utilizados tanto na agricultura quanto na pecuária, que podem ser classificados como intensivo ou extensivo, esses podem variar conforme a tecnologia empregada.

Nessa classificação, não há relação ao tamanho da propriedade, da área em cultivo ou da criação. É importante analisarmos o grau de investimento na produção e da tecnologia empregada no cultivo ou na criação, assim como o índice de produtividade.

Neste artigo, o Estudo Kids descreve sobre o que significa separadamente o termo agropecuária, dando ênfase ao estudo separado do que vem a ser:

  • Pecuária intensiva e extensiva;
  • Agricultura intensiva e extensiva.

O que é agropecuária?

Agropecuária é o estudo, teoria e prática da agricultura e da pecuária, em uma relação de reciprocidade. É nesta área do setor primário que encontramos a responsabilidade pela produção de bens de consumo.

Sua atividade é exercida, principalmente, por pequenos produtores, que unem as técnicas da agricultura como, por exemplo, cultivo de plantas e hortaliças, com a pecuária, que é a criação de animais, como, por exemplo, gado, suínos, aves, equinos, entre outros.

É através da junção da agricultura com a pecuária que encontramos a agropecuária que produz os produtos essenciais para o nosso cotidiano, como carnes, legumes e outras várias substâncias de origem animal e vegetal.

Entendendo a agropecuária extensiva e intensiva

Foto: Pixabay

Pecuária intensiva

A produção é medida a partir do número de animais por hectare, quanto maior a quantidade de animais em uma área restrita, maior será o consumo de ração, pasto cultivado e assessoria de um médico veterinário.

Na agropecuária intensiva são alcançados elevados índices de produtividade, pois existe uma preocupação com a genética do animal, seja de corte ou leite, utilizando medicamentos para saúde animal que reflete diretamente na produção. A reprodução pode ser realizada através da inseminação artificial dos animais.

Pecuária extensiva

Os níveis de produtividade são baixos, uma vez que os animais têm sua dieta limitada ao consumo de pastos naturais. Estes animais vivem soltos sem maiores cuidados, recebem apenas vacinas realmente necessárias. A prática da pecuária extensiva é derivada da baixa produção de carne e leite em grandes áreas.

Agricultura intensiva

Este sistema faz uso intensivo dos melhores meios para produção, na qual se produzem grandes quantidades de um único tipo de produto. Esse tipo de agricultura é utilizado, geralmente, para fins comerciais visando a renda financeira.

A utilização de máquinas e fertilizantes tem uma tecnologia de ponta. A biotecnologia, insumos, implementos, técnicas entre outros, também são utilizadas, ocasionando em altos índices de produtividade e qualidade.

Pode trazer alto impacto ambiental, pois não é utilizada a rotação de terra, como, por exemplo, desmate, queimada, plantio, esgotamento de solo, abandono e reinício do processo em outra área.

Agricultura extensiva

É realizada em propriedade de forma tradicional, nas quais se trabalha com a mão-de-obra. Neste sistema não se utiliza tecnologias, não há preparação do solo como a correção, as sementes utilizadas não são selecionadas e também não são empregadas técnicas modernas de cultivo, com baixo ou nenhum nível tecnológico, ocasionando baixa produtividade. Dessa forma, não há como competir no mercado.

A agricultura extensiva pode ser facilmente encontrada tanto nas pequenas quanto nas grandes propriedades.

Veja mais!