Publicado por Natália Petrin

Tudo que existe e ocupa um lugar no espaço, e que além disso, possui massa, é denominado matéria. Dentro desse contexto, podemos citar como exemplo de matérias as pessoas, as plantas, os animais e todos os objetos e coisas que você imaginar que se encaixem na definição (a cadeira em que você está sentado, por exemplo, é matéria).

Mas já parou para pensar que a água tem massa e ocupa lugar no espaço? Ao contrário dos exemplos que demos, ela não é solida. Isso porque a matéria pode ser encontrada em três diferentes estados físicos: o sólido, o líquido e o gasoso, que podem variar de acordo com a condição em que se encontram de temperatura e pressão – por exemplo, o gelo é água, mas no estado sólido.

Estado sólido

Nesse estado, as partículas estão aglomeradas e condensadas, fortemente unidas dando forma àquele objeto ou corpo. Por exemplo o gelo, o ferro, a cadeira e o lápis, entre outros. A vibração das moléculas ocorre, nesse caso, em posições fixas.

As unidades de massa usadas para medir matérias no estado sólido são as miligramas, gramas, quilogramas, toneladas, e assim por diante.

Entendendo os estados físicos da matéria sem complicação

Imagem: Reprodução/ internet

Estado líquido

No estado líquido, por sua vez, as partículas estão menos unidas e não apresentam uma forma definida – como por exemplo a água, novamente, que ao ser colocada em um copo, se adequa ao seu formato, assim como quando é colocada na jarra e nos vasos de flores. O corpo líquido, por isso, apresenta somente o volume definido, e pode ser medido pelas seguintes unidades: mililitros, litros, centímetros cúbicos, e assim por diante. Nesse estado, as moléculas vibram mais do que no estado sólido, mas isso pode variar de acordo com a temperatura: quanto mais quente, maior a vibração.

Estado gasoso

No estado gasoso, o último dos três que podemos encontrar as diversas matérias que existem no mundo, os corpos, assim como no estado líquido, não apresentam formas definidas, mas espalham-se pelo espaço. A ligação entre as moléculas é ainda mais fraca do que a existente no estado líquido, e por isso no estado gasoso a matéria não possui nem formato nem volume definidos.

Quer um exemplo de matéria no estado gasoso para entender melhor? Vamos lá! Já reparou que quando você toma banho quente sai aquela fumacinha da água que cai do chuveiro? Trata-se da água, só que no estado gasoso. O mesmo ocorre quando alguma comida está sendo feita: o cozimento libera vapor, que é a matéria em estado gasoso.

Nesse estado, as matérias podem ser medidas por meio de aparelhagens especiais, somente.

Veja mais!