Publicado por Lia Vieira

Assim como todas as palavras, os verbos são feitos de pequenas unidades ou partes, como por exemplo, a palavra: estudaremos = estud – a + re + mos.

As morfemas (partes de uma palavra), que participam da estruturação das formas verbais são chamadas de:

  • Radical;
  • Vogal Temática;
  • Desinências.

Cada uma destas sessões informam algo sobre o verbo. Vamos conhece-las a seguir.

Estrutura dos verbos

Foto: Reprodução

Radical

É o morfema que traz o significado básico e essencial do verbo. Nos verbos regulares ele se repete em todos os modos e tempos, sem sofrer alterações.

Para encontrar o radical de um verbo, retire as duas últimas letras do infinitivo. Por exemplo:

AM – ar (amo, amei, amava, amara, amarei, amaria);

PART – ir (parto, parti, partia, partira, partirei, partiria);

VEND – er (vendo, vendi, vendia, vendera, venderei, venderia).

Vogal temática

É a vogal que aparece depois do radical, que realiza a ligação com as desinências e indica a conjugação a que os verbos pertencem. Dentro da língua portuguesa, encontramos três vogais temáticas:

(a) indica a 1° pessoa. Conjugação: am-a-r;

(e) indica a 2° pessoa. Conjugação: vend-e-r;

(i) indica a 3° pessoa. Conjugação: part-i-r.

Obs: a adição do radical e vogal temática é chamada de: tema.

Desinências

São morfemas que se acrescentam ao tema para informar as flexões do verbo. Indicam as pessoas do discurso, isto é, 1°, 2° e 3° pessoa, o número que pode ser singular ou plural, o tempo e o modo verbal. Vamos analisar o exemplo abaixo.

ESTUDAREMOS;

ESTUD – radical;

A – vogal temática;

ESTUDA – tema;

RE – desinência de modo e tempo (futuro do indicativo);

MOS – desinência de número e pessoa (1ª do plural).

As desinências indicam a qual classe gramatical, pertence a palavra. São classificadas em três tipos:

  • Verbais;
  • Nominais;
  • Verbo-nominais.

Verbais

É a forma verbal, como por exemplo: amamos = a = vogal + mos = desinência número-pessoal.

Nominais

Indicam as flexões de gênero (masculino e feminino) e de número (singular ou plural) dos nomes, por exemplo: menina = gênero feminino.

Verbo-nominais

Indica se os verbos estão no infinitivo, gerúndio e particípio, como por exemplo: vender, vendendo vendido.

Palavras invariáveis

Desinências existem apenas em palavras que admitem flexão de gênero ou de número, quando isto não acontece não é correto dizer que tal palavra possui esta desinência, como por exemplo:

Palavras que não variam de gênero: mesa, cadeira, cruz, igreja, papel, etc.

Palavras que não variam no número: lápis, vírus etc.

Veja mais!