Publicado por Nicoli Tomazella

Fronteira agrícola é um termo usado para designar a região do país que mais sofre como o avanço das práticas agrícolas realizada pela devastação das florestas.

fronteira-agricola-do-Brasil

A fronteira agrícola do Brasil

A fronteira agrícola do Brasil já esteve em várias regiões, as mudanças aconteceram ao logo da história por razões políticas e econômicas de cada período.

O primeiro estágio da fronteira localizava-se no litoral do país, foi no período inicial da colonização realizada pelos portugueses. Ao chegarem ao Brasil, os portugueses começaram a devastar a Mata Atlântica para a extração do Pau-Brasil, logo em seguida utilizaram a área devastada para plantio de cana-de-açúcar. Com as atividades mineradoras e a realização de outras práticas agrícolas essa fronteira aumentou ainda mais.

Com o passar dos anos, a fronteira começou a ir se avançando para o interior do país. E na metade do século XX, já havia alcançado a floresta do Cerrado, sua maior parte se localiza na região do Centro-Oeste Brasileiro. Por razão disso, em poucos anos, mais da metade do Cerrado já havia sido destruída para o plantio da soja e da cana-de-açúcar. Com isso hoje em dia restam menos de 20 % da vegetação original do Cerrado.

Como se encontra a fronteira agrícola nos dias de hoje?

Atualmente a fronteira agrícola, encontra-se na Floresta Amazônica, de um modo mais exato nos estados do Pará, Mato Grosso, Tocantins e Maranhão, e essa fronteira não para de avançar cada vez mais.

Algumas medidas de vigilância e controle da Amazônia são realizadas pelo governo brasileiro, porém não obtém muito sucesso, pois todos os dias centenas ou até milhares de hectares de floresta vão ao chão sem nenhuma piedade.

Consequências do aumento da fronteira no Brasil

Com toda essa devastação vários problemas começaram a surgir, como os conflitos ambientais. Com o avanço do desmatamento na Floresta Atlântica ouve uma redução drástica no espaço utilizado por indígenas, aumenta também a pressão do governo com os movimentos sociais que lutam pela divisão de terras.

Quem precisa mediar esses problemas e consequências é a Justiça Ambiental, sejam eles problemas sociais, econômicos, culturais, desde que estejam ligados ao uso da terra.

Se comparado a todo o mundo o Brasil é o líder no assunto “desmatamento”. Não só o desmatamento, mas também as queimadas e a criação de gado contribuem para que o Brasil permaneça nessa posição.

Veja mais!