Publicado por Débora Silva

A linguagem é muito importante para todos nós, pois é uma das formas de comunicação que nós temos, e nós a utilizamos para compartilhar as nossas experiências, aprender e ensinar, conversar com pessoas de diferentes culturas etc.

Funções da linguagem

Foto: Reprodução

Sempre que nós nos comunicamos com alguém, nós temos um objetivo, uma finalidade. Nós, seres humanos que vivemos em sociedade, utilizamos vários códigos que representam o que pensamos, sentimos, queremos, fazemos etc.

Sendo assim, a linguagem pode ser resumida em seis funções básicas. Vamos conhecê-las a seguir para entender melhor como utilizamos a linguagem de acordo com o nosso objetivo de comunicação.

As funções básicas da linguagem

Função Referencial ou Denotativa

Esta função transmite uma informação objetiva sobre a realidade, dando prioridade aos fatos e circunstâncias concretas, só informa, não faz comentários e nem avaliações, transmite impessoalidade.

É a linguagem que vemos nas notícias de jornais, textos técnicos, didáticos e científicos. A linguagem é denotativa, o que quer dizer que não pode ser interpretada de outra forma além da exposta.

Função Expressiva ou Emotiva

A função expressiva ou emotiva reflete o estado de ânimo, os sentimentos e as emoções do emissor da mensagem (quem manda a mensagem). Alguns dos indicadores desta função são as interjeições e a pontuação, como as reticências, os pontos de exclamação e de interrogação.

Nós encontramos esta função em poemas ou narrativas românticas e dramáticas.

Função Apelativa ou Conativa

O objetivo desta função é influenciar o receptor ou destinatário (quem recebe a mensagem), com a intenção de convencê-lo de alguma coisa ou dar ordens.

Encontramos esta função nos anúncios publicitários e nos discursos políticos.

Função Metalinguística

A função metalinguística ocorre quando o emissor explica o código usando o próprio código.

Exemplo: Quando você procura o significado de uma palavra no dicionário, você utiliza a função metalinguística, pois é a palavra “falando” da palavra, explicando ela própria.

Função Poética

Na função poética, o objetivo do emissor é expressar seus sentimentos através de um trabalho especial com a linguagem, como o que um poeta realiza ao escrever, utilizando recursos especiais, como as formas das palavras, o ritmo, a sonoridade etc.

Encontramos esta função nos textos literários, publicitários e em letras de música.

Função Fática

Esta função estabelece uma relação com o emissor, um contato para verificar se a mensagem está sendo transmitida ou para prolongar uma conversa.

Exemplo: Quando atendemos ao telefone e dizemos “Alô” ou em um diálogo, quando nós perguntamos, por exemplo, “Você me entende?”, nós estamos usando esta função.

 

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas).

Veja mais!