Publicado por Natália Petrin

Os seres eucarióticos conhecidos como fungos, são aqueles que não produzem seus próprios alimentos. Muitas pessoas confundem alguns fungos com plantas, mas eles possuem muitas características diferenciadas e pertencem a um reino só deles, conhecido como Reino Fungi. Atualmente os biólogos tem conhecimento da existência de mais de 70 mil espécies de fungos, mas eles acreditam que existam em torno de 1,5 milhões de espécies deles. Os fungos são uma forma de vida muito simples, podendo ser uni ou pluricelulares.

Fungos

Foto: Reprodução

Como vivem os fungos?

A forma mais comum de encontrarmos fungos é na decomposição dos alimentos, por exemplo das frutas na cesta de casa. Estas nutrem-se de matéria orgânica ainda viva, causando doenças nos animais e plantas, além do apodrecimento das frutas e verduras. Alguns deles – pra falar a verdade, a maioria –, vivem no solo e nutrem-se de cadáveres de animais e plantas.

Encontrados no solo, na água, nos vegetais, em animais, em detritos e no homem, os fungos tem como condutor importante o vento, pois este carrega seus fragmentos de hifa e seus propágulos por meio dos quais eles se fixam e se desenvolvem.

Função na natureza

Os fungos, assim como as bactérias, são os principais decompositores na natureza, apresentando um papel muito importante na reciclagem dos nutrientes orgânicos e, portanto, são fundamentais para que o equilíbrio seja instaurado na natureza.

Os fungos, no entanto, podem ser do tipo parasitas, atuando na natureza de forma maléfica para alguns seres vivos. Alguns deles, como a ferrugem, atingem plantas, e outros, como as micoses, atingem a pele de animais diversos.

Fungos e a produção de alimentos

Parece estranho o que vou falar, mas você sabia que alguns fungos são usados na produção de alimentos e, alguns deles, inclusive, são consumidos por nós? Os fungos conhecidos como leveduras são unicelulares e muito usados na produção de pães e bebidas alcoólicas, no processo chamado de fermentação.

Os que consumimos, são o champignon e o shitake, que são usados em diversos pratos na culinária. Além disso, existem alguns tipos de queijo que são feitos com alguns fungos, dando um sabor característico e bem diferente dos queijos que estamos habituados a consumir.

A medicina

Existe ainda um fungo que, no ano de 1920, foi usado para uma grande descoberta: uma substância que pode ser usada como antibiótico. O fungo, de nome Penicillium, passou, desde então, a ser usado na produção de antibióticos e outros medicamentos.

Veja mais!