Publicado por Katharyne Bezerra

Você sabia que a Terra possui aproximadamente 4,6 bilhões de anos? Essa estimativa é resultante dos estudos feitos por um profissional chamado geólogo, o qual trabalha com um tipo de ciência denominada geologia. Essa palavra vem do grego e possui dois significados quando é desmembrada, assim tem-se “geo”, que quer dizer terra, e “logos”, que se refere a estudo. Consequentemente, a geologia é responsável pelo estudo sobre o planeta Terra, levando em consideração suas propriedades físicas, composição, história, estrutura e todo o processo que concede as suas formas.

Apesar de ser um estudo bem estruturado e independente, ele também possui uma relação direta com outras ciências, a exemplo da geografia e da astronomia. Além disso, muitos dos campos estudados pela geologia se servem de instrumentos proporcionados pela física, química e matemática. Antes de entender melhor sobre essas disciplinas específicas do estudo sobre a Terra, compreenda o surgimento e a importância dessa ciência.

História e relevância da geologia

O geólogo e meteorologista Jean-André Deluc foi a primeira pessoa a usar a palavra geologia na história, isso em 1778. Porém, foi só no ano seguinte que outro geólogo, chamado de Horace-Bénédict de Saussure, introduziu de forma definitiva este mesmo termo. Com o passar dos anos, surgiram outros estudiosos, como James Hutton. Em 1785, ele apresentou à Sociedade Real de Edimburgo uma teoria intitulada “Teoria da Terra”, a qual contestava a possível idade da Terra, que para ele era muito mais velha do que se argumentavam.

Geologia: ciência responsável pelo estudo sobre o planeta Terra

Foto: Pixabay

Com a geologia foi possível identificar a idade da Terra de uma forma mais próxima. No século XIX foi debatido esse tema e as estimativas chegaram ao resultado de 4,6 bilhões de anos. Já durante o século XX foi possível desenvolver a teoria da tectónica de placas. Essa, por sua vez, já teria sido proposta em 1912 por Alfred Wegener e Arthur Holmes.

Disciplinas que compõem os estudos da geologia

  • Cristalografia: Foca nos estudos sobre as estruturas cristalinas;
  • Espeleologia: Estudo sobre as cavidades naturais do subsolo;
  • Estratigrafia: Dedica-se no estudo das rochas sedimentares estratificadas;
  • Gemologia: Responsável pelos conhecimentos de caráter físico e químico dos materiais de valores gemológicos;
  • Geologia do Petróleo: Visa trabalhar e otimizar o petróleo;
  • Geologia Econômica: Foca nos estudos sobre as rochas;
  • Geologia Estrutural: Responsável pela geometria de formação das rochas;
  • Geologia Histórica: Estudo sobre as transformações que a Terra já passou durante sua existência;
  • Geologia Planetária: Dedica-se ao conhecimento sobre corpos celestes;
  • Geofísica: Estudo que foca o ponto de vista físico da Terra;
  • Geomorfologia: Tem como objeto de estudo o relevo terrestre;
  • Geoquímica: Foca no comportamento químico da Terra;
  • Hidrogeologia: Responsável pelo estudo que foca nas águas subterrâneas da Terra;
  • Paleontologia: Uma mistura de geologia com elementos da biologia;
  • Petrologia: Estudo que leva em consideração as propriedades químicas, espaciais, físicas e mineralógicas das associações rochosas;
  • Sedimentologia: Foca nos processos de sedimentação, formação e transporte dos materiais rochosos;
  • Sismologia: Responsável pelos estudos de abalos sísmicos;
  • Vulcanologia: Estudo que leva em consideração todas as etapas de um vulcão e seus elementos.

Veja mais!