Publicado por Prof. Nathália Duque

Os golfinhos, ou delfins, são animais lindos, divertidos e muito brincalhões. E apesar de muitas pessoas acharem que são peixes, na verdade os golfinhos são mamíferos e um dos mais inteligentes que existem, pois possuem um cérebro muito evoluído.

Eles vivem na água, mas respiram através de pulmões. Toda vez que um golfinho vai até a superfície da água, ele realiza a troca gasosa, ou seja, ele capta oxigênio do ar e libera gás carbônico.

Características dos golfinhos

Os golfinhos pertencem ao grupo dos cetáceos, sendo parentes próximos das baleias. A palavra cetáceo significa baleia ou monstro marinho, sendo assim, esses animais são de vida aquática e representam aproximadamente 85 espécies. As espécies mais conhecidas desse grupo são: baleia azul, baleia branca, baleia jubarte, orca, golfinhos, baleia cinzenta, cachalote e narval.

Golfinho nadando

Os golfinhos são mamíferos, respiram oxigênio pelos pulmões e possuem cérebro evoluído (Foto: depositphotos)

Um cetáceo vive entre 25 e 30 anos, é sociável, vive em grupo, é inteligente, bom nadador, não possui pelos, não possui membros traseiros e os membros da frente são modificados em barbatanas. Ele também possui uma camada grossa de gordura no corpo que serve para aquecê-lo.

Aspectos físicos

Os golfinhos possuem corpo delgado e bico fino. A parte de cima (dorso) do seu corpo é escura e a de baixo (ventre) é clara. São animais que possuem cerca de 80 a 120 pares de dentes. Seus dentes são pequeninos e super afiados, o que ajuda na hora da alimentação.

O golfinho comum consegue nadar a uma profundidade de aproximadamente 300 metros, ficando imerso na água por até 8 minutos. Seus principais predadores são o tubarão e a orca.

O tamanho desses animais pode variar de 90 cm (golfinho recém-nascido) até 4 m (golfinhos adultos). Os mais conhecidos, de focinho longo, têm cerca de 2 metros de comprimento. São animais de sangue quente como o homem e dão à luz a um filhote de cada vez.

Comportamento

São ágeis, velozes, acrobatas, saltam e nadam na proa de embarcações. É uma das espécies que apresentam forte vínculo social, ou seja, andam sempre perto da família ou com outros cetáceos.

Golfinho interagindo com menina

Os golfinhos são amistosos e interagem com humanos pacificamente (Foto: depositphotos)

A pele dos golfinhos tem muitos nervos e isso explica porque eles são tão dóceis e gostam de ser acariciados. A pele do golfinho também é muito delicada e ele facilmente se machuca através de superfícies pontudas, podendo se ferir com uma simples unha. Interessante é que esses animais possuem uma rápida capacidade de cura.

Habitat

Os golfinhos vivem principalmente na água salgada dos oceanos porém, algumas espécies podem ser encontradas na água doce dos rios. No Brasil, eles são facilmente vistos no litoral do Nordeste até o Rio Grande do Sul. Habitam as águas do oceano Pacífico, Atlântico e Índico.

Como respiram?

Os golfinhos tem uma respiração um pouco diferente da nossa, mas mesmo assim a troca gasosa ocorre nos pulmões. Eles respiram através de uma abertura (orifício) que existe em cima de suas cabeças.

Orifício da cabeça do golfinho

Os golfinhos respiram através de um orifício em cima de sua cabeça (Foto: depositphotos)

É através dessa abertura que o ar entra e ele pode respirar. Eles conseguem ficar alguns minutos sem respirar em baixo d’água, mas depois precisam ir até a superfície realizar novamente o processo.

Nós respiramos e expiramos o tempo todo, de modo involuntário, assim, sem perceber, renovamos o ar de nossos pulmões aos poucos e constantemente. No caso dos golfinhos, é uma questão mais programada, de acordo com a necessidade que ele tem em respirar.

O que comem?

Os golfinhos são animais caçadores, que normalmente caçam em bando para desenvolverem melhor suas estratégias. Se alimentam de peixes menores, lulas, moluscos e camarão.

Um golfinho macho adulto em cativeiro come em média 79 Kg de peixe, 63 Kg para as fêmeas e 16 Kg para os bebês. Nos oceanos, os golfinhos muitas vezes encurralam os cardumes de peixes que são forçados a saltar para fora de água.

Tipos de golfinhos

Os golfinhos mais conhecidos são:

  • Golfinho nariz de garrafa, também chamado de golfinho comum
  • Golfinho riscado ou golfinho listrado (Stenella coeruleoalba)
  • Golfinhos cruzados (Lagenorhynchus cruciger)
  • Golfinho do ganges (Platanista gangetica)
  • Golfinho rotador (Stenella longirostris)
  • Golfinho de commerson (Cephalorhynchus commersonii)
  • Golfinho de laterais brancas do pacífico(Lagenorhynchus obliquidens)
  • Golfinho de hector (Cephalorhynchus hectori)
  • Boto cor de rosa (Inia geoffrensis)
  • Golfinho liso do sul (Lissodelphis peronei).

Espécie mais popular no Brasil

No nosso país, o golfinho rotador é uma das espécies que mais atrai a atenção das pessoas, principalmente das crianças. Ele ganhou esse nome devido a sua característica de realizar saltos acrobáticos no ar.

Bando de golfinhos rotador

O golfinho rotador é muito avistado nos mares de Pernambuco e vive em bandos (Foto: depositphotos)

É um dos tipos de golfinho mais amigáveis e dóceis, podendo viajar em bandos de centenas ou até milhares de indivíduos. Também é um dos menores, medindo de 1,80 a 2,10 metros e pesando até 77 kg.

É uma espécie muito comum em Fernando de Noronha, mas também habita as ilhas oceânicas de Kealakekua Bay, Havaí e Baía dos Golfinhos. No Brasil também há registros dessa espécie desde o Arquipélago de São Pedro e São Paulo em Pernambuco até o Rio Grande do Sul.

Curiosidade

O sono dos golfinhos é bem diferente do nosso. Diferentemente de nós, eles nunca descansam por completo, pois de oito em oito minutos precisam ir até a superfície da água para respirar e realizar as trocas gasosas.

A inteligência dos golfinhos

Os golfinhos possuem uma enorme capacidade de se comunicarem, emitindo sons que ajudam em sua orientação e percepção do ambiente.

São animais extremamente inteligentes, possuem cerca de 50% a mais de neurônios que nós seres humanos. Dentre os mamíferos, são considerados os mais progredidos mentalmente, com um cérebro evoluído e com capacidade de desenvolverem diversas habilidades.

Os golfinhos têm a capacidade de desenvolver atividades complexas devido ao seu cérebro evoluído (Foto: depositphotos)

A caça aos golfinhos

Por mais que sejam animais dóceis, divertidos e amigáveis, os golfinhos ainda são perseguidos e mortos pelo homem. No Japão, a caça de golfinhos é liberada e sua carne é usada na alimentação.

No Brasil, são capturados em alto mar e ali mesmo são negociados para outros navegantes, que até utilizam sua carne como isca para tubarões. Em Belém do Pará os dentes dos golfinhos são negociados para confecção de bijuterias e seus olhos para a criação de pequenos amuletos da “sorte”.

No Brasil a captura e perseguição a qualquer animal, sem a devida autorização dos órgãos competentes, é proibida!

*Natália Duque é Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Referências

OLIVEIRA, Cláudia I. A atividade de observação turística de cetáceos no arquipélago dos Açores: contribuição para o seu desenvolvimento sustentável. 2005. Tese de Doutorado.

SANTOS, Manuel Eduardo dos. Aspectos Acústicos do comportamento dos golfinhos. Análise Psicológica, v. 7, p. 133-147, 1989.

Veja mais!