Publicado por Priscila Melo

As guerras púnicas foram Guerras travadas entre Roma e Cartago. Os romanos queriam expandir seu território e viam que a Cidade de Cartago possuía um grande domínio em algumas rotas comerciais que eram bem lucrativas.

Guerras púnicas

Foto: Reprodução

A origem do nome

Você já se perguntou qual seria o motivo dessas guerras terem o nome de púnicas? A palavra púnica está relacionada à formação da cidade de Cartago. Pois para os romanos, os cartagineses eram púnicos. Na visão dos romanos todos os habitantes da cidade africana eram chamados de púnicos. Essa palavra vem do termo poenicus de phoinix ou poenici  que significa de ascendência fenícia.

As causas

As principais causas dessas guerras foram por causa da rivalidade que existia entre Roma e Cartago. Essa rivalidade era devido a hegemonia econômica, política e militar na Sicília e em seguida em todo o Mediterrâneo ocidental, que naquela época era um importante meio de transporte de mercadorias.

Além de dominar as rotas comerciais do Mediterrâneo, os cartagineses controlavam os territórios no norte da África e nas ilhas da Sicília, de Córsega e da Sardenha, que eram regiões bem próximas da Península Itálica.

Roma procurava conquistar mais territórios e anexou os portos do sul da Península Itálica, onde os interesses de Nápoles e Tarento eram os mesmos que os dos romanos, todos queriam derrubar Cartago. E foi a partir desse momento que as guerras púnicas tiveram início.

As guerras

Houve três guerras púnicas, conheça agora um pouco de cada uma delas:

A primeira guerra púnica foi principalmente uma guerra naval, ela ocorreu entre 264 a.C. e 241 a.C.. Nesta, quem venceu foram os romanos. Essa guerra começou com a intervenção de Roma em Messina, que era uma colônia de Cartago. Os romanos nunca haviam participado de uma guerra no mar, e só conseguiram ganhar com a ajuda dos gregos. Roma conquistou a Sicília, Córsega e Sardenha, além de ganhar uma indenização dos cartagineses.

A segunda guerra púnica esta guerra teve início em 218 a.C. e terminou em 201 a.C., essa guerra teve início quando o general cartaginês Aníbal Barca invadiu Sagunto atravessando os Alpes. Aníbal liderou os cartagineses e eles conquistaram muitas vitórias, Roma ficou muito perto de ser invadida, mas os romanos decidiram atacar Cartago. Com isso Aníbal teve que recuar para proteger sua cidade. Roma acabou assumindo o controle da Península Ibérica.

A terceira guerra púnica foi a mais curta das três, porém foi a decisiva. Os romanos queriam destruir Cartago de qualquer jeito e sob a liderança de Cipião Emiliano, entre 149 a.C. e 146 a.C. , ele atacou e destruiu Cartago completamente, os sobreviventes dessa guerra foram escravizados. A cidade foi incendiada e coberta de sal para que seus solos não produzissem mais. Com essa vitória, os romanos passaram a dominar grande parte do Mediterrâneo.

Veja mais!