Publicado por Priscila Melo

Em nosso dia a dia estamos sempre expressando nossos sentimentos, sejam eles bons ou ruins. E quando isso acontece através da fala ou da escrita, possui um nome: interjeição. Mas você sabe o que é uma interjeição? Vamos ver agora quais as funções e os tipos de interjeições que existem.

Interjeições

Foto: Reprodução

Definição

As interjeições são palavras invariáveis que exprimem emoções, sensações, estado de espírito ou até mesmo que procuram agir sobre o interlocutor, fazendo com que ele adote certo comportamento sem que seja preciso usar algumas estruturas linguísticas mais elaboradas.

Para compreender uma interjeição é preciso analisar o contexto em que ela se encontra. Quando a interjeição aparece com mais de uma palavra ela passa a ser chamada de locução interjetiva.

Exemplos

Vamos ver agora alguns exemplos do uso das interjeições:

Droga! Errei o alvo outra vez!

Observe que o interlocutor (quem está falando), está muito bravo e que ele expressa essa raiva em uma palavra: “Droga!”. Ele poderia simplesmente ter dito que estava com raiva, mas empregou a interjeição “Droga!”.

As interjeições são um tipo de palavra que já expressa por si só uma frase, podendo ainda ser expressa mais de uma palavra quando falamos de locução interjetiva. Veja outros exemplos:

Bravo! Bravo!

Esta interjeição pode facilmente substituir a frase: “Foi muito bom!”

Ai! Ai! Isso não é legal.

Esta interjeição pode facilmente ser substituída pelas frases: “Está doendo!” ou “Estou com dor!”.

A interjeição também é um recurso da linguagem afetiva, e expressa alguns suspiros, ou outras sensações. Veja os exemplos:

Ah, como eu sinto a falta daqueles tempos!

A interjeição “Ah” expressa um estado emotivo da pessoa que está falando.

Hum! Que comida tão deliciosa!

A interjeição “hum” expressa um pensamento súbito.

O significado das interjeições está ligado ao modo como elas são ditas, de acordo com o tom da fala a mesma expressão pode ter significados diferentes. Veja os exemplos:

Psiu!

Caso a pessoa esteja pronunciando essa expressão na rua, indica que está chamando alguém. Desta forma, essa interjeição pode ser substituída por: “Estou te chamando!” ou “Ei, espere!”.

Psiu!

Caso a pessoa esteja pronunciando essa expressão em um hospital ou biblioteca, indica que está pedindo silêncio. Desta forma, essa expressão pode ser substituída pela frase: “Por favor, faça silêncio!”.Puxa! Eu ganhei um carro de presente!

De acordo com o contexto e com o tom, é possível perceber que essa interjeição está indicando euforia.

Puxa! Eu perdi o meu CD favorito!

De acordo com o contexto e com o tom, é possível perceber que essa interjeição está indicando uma decepção.

Funções das interjeições

As interjeições possuem duas funções:

  • Diminuir o tamanho de uma frase exclamativa, exprimindo alegria, tristeza, dor, etc.
  • Diminuir o tamanho de uma frase apelativa. Como por exemplo: “Cuidado! Tenha atenção onde pisa!”

Veja mais!