Publicado por Priscila Melo

Algumas vezes nos noticiários dos jornais vemos e ouvimos falar nos desastres que ocorrem em certos países devido a maremotos e tsunamis. Geralmente os danos são imensos, o que sobra são destroços dos locais onde esses fenômenos acontecem. Mas você sabe o que é um maremoto e um tsunami? São a mesma coisa ou possuem significados diferentes? Isso é o que iremos descobrir agora!

Maremoto e tsunami

Foto: Reprodução

A origem do maremoto

A palavra maremoto vem do latim, mare que significa mar e motus que significa movimento, ou seja, o mar em movimento. Mas o maremoto não é um movimento qualquer do mar, e sim movimentos muito fortes que geralmente causam a destruição.

Nos dias de hoje, muitas pessoas, incluindo até alguns especialistas da área, costumam utilizar a palavra maremoto para se referir a qualquer tipo de terremoto ou abalo sísmico que acontece nas áreas oceânicas e que consequentemente acaba provocando a agitação das águas dos mares.

A origem do tsunami

A palavra tsunami vem do japonês, tsu que significa porto e nami que significa onda, ou seja, ondas do porto. Esse termo é mais recente e teve sua origem após um maremoto que aconteceu em 2004 na Ásia.

Muitas pessoas afirmam que a palavra tsunami é utilizada para indicar as ondas que são causadas pelos maremotos, principalmente aquelas ondas que chegam a atingir algum local da superfície causando muitos problemas e destruição nas cidades litorâneas.

O que são?

Quando falamos linguisticamente de maremoto e tsunami não existe diferença alguma entre eles, pois na verdade são palavras de origens diferentes, mas que são utilizadas para indicar a mesma coisa, ou seja, tanto o maremoto quanto o tsunami indicam o movimento forte e acelerado das águas dos oceanos.

A palavra tsunami ficou conhecida na língua portuguesa após a repercussão dos maremotos que ocorreram na costa do Japão. Antes desse acontecimento, as pessoas usavam apenas a palavra maremoto para designar esse tipo de ocorrência.

O maremoto ou tsunami são ondas ou uma série de ondas que é provocada por um sismo, tremores de terra, abrupto deslocamento de terras ou gelo, impacto de um meteorito dentro ou perto do mar, erupções vulcânicas e outras coisas.

Relatos de ocorrência

Desde a antiguidade que possuímos registros de ondas gigantes que causavam devastação, geralmente elas aconteciam em torno do Mar Mediterrâneo. Veja alguns relatos:

Entre 1650 e 1600 a.C. aconteceu uma erupção vulcânica na ilha grega de Santori. Essa erupção causou um tsunami que chegou a atingir entre 100 e 150 metros de altura e destruiu boa parte da costa norte da ilha de Creta.

Em Lisboa, no ano de 1755 ocorreu um terremoto e minutos depois surgiu um tsunami que matou quase todos os sobreviventes do terremoto. Antes dessa onda atingir o local, as águas do porto retrocederam e as pessoas puderam ver carregamentos perdidos e naufrágios abandonados.

Em 2004 um tsunami surgiu da costa da Indonésia e seguiu em direção a Ásia, essa onda gigantesca causou grande destruição em diversos países e chegou a matar mais de 230 mil pessoas.

Veja mais!