Publicado por Robson Merieverton

O até então vice-presidente Michel Temer, agora presidente em exercício, assumiu o comando da nação desde o mês de maio de 2016. Ele fica no posto por até 180 dias, data máxima para a presidente afastada Dilma Rousseff apresentar defesa e então ter o Impeachment julgado em definitivo. Temer tem uma larga bagagem na política brasileira, tendo passado por cargos a nível estadual e federal. Conheça um pouco mais sobre a sua história.

Filho do casal libanês Miguel Elias Temer Lulia e March Barbar Lulia, o Michel Miguel Elias Temer Lulia, caçula de oito filhos, nasceu no dia 23 de setembro de 1940, na cidade de Tietê, interior de São Paulo.  Aos 16 anos, Temer partiu para a capital paulista, onde se estabeleceu e seguiu com os estudos. Ingressou na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), onde se formou advogado. Na Pontifícia Universidade Católica (PUC), tornou-se doutor e dirigiu o curso de pós-graduação.

Michel Temer na política

O primeiro cargo público de Temer foi a frente da Procuradoria Geral do Estado, entre os anos de 1983-1987. O convite partiu do então governador de São Paulo, Franco Montoro. Já no ano de 1984, Temer aceitou assumir o cargo de secretário de Segurança Pública de São Paulo, onde permaneceu por cerca de um ano. Apesar do pouco tempo, ficou conhecido por ter tomado duas importantes decisões: a criação da primeira Delegacia da Mulher do País e a instauração da Delegacia de Proteção aos Direitos Autorais.

Imagem de Michel Temer

Foto: Agência Brasil

No ano de 1986, foi eleito deputado constituinte pelo PMDB e, após a constituinte, foi reeleito deputado federal, sendo reconduzido ao cargo por cinco vezes. Foi convidado para reassumir a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo no ano de 1992, no governo de Luiz Antonio Fleury.

Por três vezes, Temer foi eleito presidente da Câmara dos Deputados, nos anos de 1997, 1999 e 2009. Durante o mandato, assumiu a presidência da República interinamente por duas vezes: de 27 a 31 de janeiro de 1998 e em 15 de junho de 1999. A frente da presidência do PMDB, Temer costurou alianças que renderam valioso tempo na propaganda eleitoral no rádio e televisão para o PT. Em 2010, é eleito vice-presidente da República na chapa de Dilma Rousseff.

Em 2009 Temer foi apontado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) como parlamentar mais influente do Congresso Nacional. Temer também se destaca como autor de livros. Entre os publicados estão: Constituição e Política; Territórios Federais nas Constituições Brasileiras e Seus Direitos na Constituinte e Elementos do Direito Constitucional.

Vida pessoal

Temer tem três filhas de seu casamento com Maria Celia Toledo: Luciana (1969), e as psicólogas Maristela (1972) e Clarissa (1974).  Temer também é pai de Eduardo (nascido em 1999), fruto de um relacionamento com uma jornalista. Em 26 de julho de 2003, Temer se casa pela segunda vez com a ex-modelo Marcela Tedeschi Temer. Fruto do relacionamento, nasceu Michel, conhecido como “Michelzinho”. Apesar de viver maior parte do tempo em Brasília, a residência oficial de Michel Temer e família é em São Paulo.

Veja mais!