Publicado por Natália Petrin

Um dos ataques terroristas mais violentos da história marcou o início do século XXI, mais precisamente o dia 11 de setembro de 2001.

O grupo terrorista Al Qaeda, liderado por Osama Bin Laden, vitimou, neste dia, milhares de pessoas nos Estados Unidos, usando aviões para atingir as torres gêmeas do World Trade Center, além de partes do prédio do Pentágono, que é sede do departamento de defesa dos Estados Unidos.

Motivos

É difícil dizer especificamente qual a raiz desse atentado, mas para isso é preciso analisar a política externa dos Estados Unidos quanto aos países do Oriente Médio.

O país norte-americano adotou uma estratégia de intervenção nos assuntos políticos de alguns países que são economicamente vulneráveis, com apoio aos regimes ditatoriais em países como Egito e Líbia.

O atentado terrorista de 11 de setembro de 2001

Foto: depositphotos

Com esse financiamento, motivado por razões econômicas, os EUA buscavam aumentar a influência política do país, ajudando líderes políticos locais e controlando regiões.

Essa intervenção, obviamente, não foi bem vista por grupos opostos à essas lideranças nesses países árabes, para os quais o real interesse dos Estados Unidos era massacrar a população islâmica. Em retaliação, os EUA passaram a ser um alvo mais intenso dos grupos terroristas como o de Osama Bin Laden. Osama, um homem poderoso e rico da Arábia Saudita, junto a seu grupo, foi autor de diversos atentados no mundo mas, o mais conhecido foi o do dia 11 de setembro de 2001.

Como aconteceu

No dia 11 de setembro de 2001, em torno de 9 horas da manhã, quatro aviões foram tomados por integrantes do grupo terrorista denominado Al Qaeda, que estavam a bordo dessas aeronaves. Duas delas foram direcionadas para a cidade de Nova Iorque e tiveram como alvo os prédios do World Trade Center. Com o choque do avião, cerca de 3 mil pessoas morreram.

As outras duas naves estavam direcionadas a outros alvos: uma delas ia para o Pentágono, mas atingiu apenas partes do prédio, enquanto a outra era direcionada, segundo especialistas, à Casa Branca, que é sede do governo norte-americano, mas não atingiu o local, caindo na Pensilvânia.

O atentado desse dia causou choque e indignação e trouxeram consequências, como a Guerra do Afeganistão que aconteceu no mesmo ano, assim como a prisão de Saddam Hussein, ditador, no ano de 2003. As duas medidas foram respostas do então presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, para os atentados. Osama Bin Laden, o terrorista então mais procurado do mundo, foi capturado e assassinado pelas tropas militares dos Estados Unidos no ano de 2011.

Veja mais!