Publicado por Anna de Cássia

De 1964 a 1985 o Brasil viveu sob um regime militar, que trouxe inúmeras mudanças para o cenário sócio-político do país e marcou profundamente a nossa história.

O Brasil no período militar

Foto: Reprodução

Durante esse tempo de repressão o povo viveu oprimido e com medo por muito tempo. Entenda melhor o que aconteceu:

No cenário político

O regime militar diminuiu a participação política da população. Extinguiu a maioria dos partidos políticos existentes, deixando apenas dois: Aliança Renovadora Nacional (ARENA), e o Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Qualquer ideologia comunista e socialista foi terminantemente proibida no país, e qualquer um que se assumisse ser um seguidor dessas ideias seria preso, considerado como uma ameaça à segurança nacional.

Em resposta à essa opressão, os integrantes de partidos comunistas que foram desfeitos uniram-se para lutar contra a ditadura militar, realizando inúmeras guerrilhas em todo o país. Esta situação acabou gerando uma violência gigantesca em todo o país, fazendo com que centenas de pessoas fossem mortas, feridas, presas e torturadas.

No cenário econômico

No começo do regime militar a inflação subiu absurdamente, o que causou mazelas sociais em todo o país. Buscando uma solução para este problema os militares resolveram abrir a nossa economia para o capital estrangeiro. Realizaram um financiamento que possibilitou a construção de grandes obras no país, o que gerou mais empregos e um grande desenvolvimento econômico no país, que ficou conhecido como “milagre econômico”.

Entretanto, no ano de 1970 houve um aumento no preço dos combustíveis no mercado internacional, o que fez com que os países estrangeiros parassem de investir capital no Brasil. Isso gerou uma enorme crise econômica, onde os preços de todos os produtos aumentaram, porém os salários continuaram baixos. Por causa disso, quando o regime militar chegou ao fim, grande parte dos brasileiros estava cheia de dívidas.

No cenário cultural

O governo militar incluiu na nossa constituição várias proibições muito duras, que alteraram toda a cultura e o comportamento dos brasileiros. Todos perderam a liberdade expressão, não podiam dizer o que pensavam a respeito do governo ou da situação do país, nem podiam mais fazer o que queriam, pois qualquer comportamento que fosse contra os “valores da família brasileira” eram rigorosamente punidos.

O AI-5 (Ato Institucional Número 5) era uma lei que fazia com que o governo tivesse o controle de todos os meios de mídia e comunicação, além das manifestações artísticas, tornando assim impossível que alguém disseminasse uma notícia que desfavorecesse a imagem do regime militar. Críticas ao governo e notícias das barbaridades que eles faziam eram terminantemente proibidas nos jornais e demais meios de comunicação.

Veja mais!