Publicado por Pollyana Batista

Se você sofre bullying na escola, você não está sozinho (a). Segundo dados do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, o Pisa, um em cada 10 estudantes é vítima frequente de boatos maldosos e da exclusão social por parte dos outros colegas.

Essa foi a conclusão que a entidade chegou após avaliar adolescentes de 15 anos. Desses, 17,5% afirmaram sofrer alguma bullying; 7,8% se sentem excluídos pelos colegas; 9,3% já foram alvos de piadas; 4,1% sofreram ameaças; e 3,2% já chegaram até a ser agredidos fisicamente. Além disso, 5,3% já perderam objetos em ataques de bullying e 7,9% já foram vítimas de comentários maldosos.

Para evitar problemas como esse, especialistas acreditam que é importante que a sua escola tenha dois tipos de iniciativas: os programas universais, que são ministrados por um professor para toda a turma junta; e os programas indicados, que atuam diretamente sobre os conflitos que já existem e foram identificados.

O que devo fazer quando estiver sofrendo bullying na escola

Foto: Diego Grez/Wikimedia Commons

Crianças devem aprender sobre aceitação

O ideal, segundo psicólogos e educadores, é que a criança ainda na idade pré-escolar já aprenda a aceitar outras crianças do jeito que elas são. Na prática, isso quer dizer que ela deve ser estimulada a brincar com seus colegas cooperativamente, de forma a excluir a agressão e os conflitos entre as partes, mesmo as mais diferentes.

Infelizmente, alguns centros educacionais ainda não estão preparados para lidar com a violência do bullying. E se você se sente vítima, siga esses passos:

1. A primeira coisa que você precisa fazer é não reagir às agressões da mesma forma. Você precisa levantar a sua cabeça e não se deixar abater por conta da postura errada que os seus colegas estão tendo;

2. As únicas pessoas erradas são eles e não você. Não se sinta inferior, pois você é uma vítima e eles agressores, que precisam passar por uma correção formal;

3. Pensando nisso, não esconda o que está passando. Converse com um adulto da sua confiança e desabafe. Certamente, ele saberá lhe ajudar;

4. Identifique as pessoas que praticam bullying com você. Denuncie-as à direção da escola. Certamente, eles vão mudar de postura, depois que passarem a responder pelos seus atos;

5. Se você sabe de outras pessoas que também enfrentam esse problema, ajude-as. Somos mais fortes quando nos unimos;

6. Todas as dificuldades que passamos na nossa vida são superadas e nos servem de lição. Por isso, use isso a seu favor e seja sempre uma pessoa melhor. Acima de qualquer opinião alheia.

Veja mais!