Publicado por Débora Silva

A impressão 3D é um tema que vem chamando bastante atenção nos últimos anos, devido à sua capacidade de produzir desde componentes aeroespaciais até brinquedos. Mas, como isto é possível? Antes de compreendermos como funciona a impressão 3D, precisamos saber um pouco de sua história. Embarque conosco nesta jornada incrível!

O que é a impressão 3D?

A primeira impressora 3D surgiu no ano de 1984, tendo sido inventada pelo norte-americano Chuck Hill, com a utilização da estereolitografia, tecnologia antecessora da impressão 3D.

Apesar de ser uma invenção que surgiu no final dos anos 80, ela só começou a ganhar algum destaque no início dos anos 90. Hull fez a primeira impressora que, em vez de tinta no papel, constrói objetos camada a camada, tecnologia que evoluiu e barateou nos últimos anos.

Dotada de flexibilidade e rapidez, a tecnologia de impressão 3D passou a permitir o crescimento contínuo dos objetos a partir de um meio líquido e, vez de ser construído camada por camada, como nos anos anteriores.

Com a evolução da tecnologia, é possível que os produtos prontos para uso sejam produzidos  de 25 a 100 vezes mais rapidamente do que outros métodos, abrindo oportunidades para a inovação em diversas áreas do conhecimento humano, como na medicina e nas indústrias de aviação e automotiva.

Imagem de impressão em 3D

Foto: Depositphotos

Também conhecida como prototipagem rápida, a impressão 3D é uma tecnologia de fabricação aditiva no qual há a criação de um modelo tridimensional, por meio de sucessivas camadas de material.

O funcionamento da impressão 3D

Uma impressora 3D funciona da seguinte maneira: o dispositivo faz a leitura de um projeto a partir de um arquivo, que geralmente é gravado no formato STL, que é enviado diretamente para a impressora e estabelece sucessivas camadas de líquido, pó, papel ou folha de material para realizar a construção do modelo.

Este tipo de impressora monta os objetos camada por camada, a partir de pedaços de materiais, da mesma maneira que as impressoras tradicionais são capazes de criar imagens a partir de pontos de tinta.

Nas residências, as pessoas já criaram diversos acessórios, objetos de decoração, sapatos e brinquedos. Uma das aplicações mais importantes da impressão 3D é na indústria médica. Com esta tecnologia, os cirurgiões podem produzir maquetes de partes do corpo que precisam operar em seus pacientes? Você já imaginou na imensa contribuição que a impressão 3D proporciona à humanidade?

A impressão 3D permite uma grande economia com relação aos custos de fabricação, pois imprime os produtos já finalizados, e a sua aplicabilidade é ilimitada.

Veja mais!