Publicado por Ana Ligia

Não é mais nenhuma novidade a importância das vitaminas em nossa saúde. Elas são as responsáveis, entre tantas coisas, por protegerem e fortalecerem o sistema imunológico.

Mas o consumo de certas vitaminas é algo que se proporciona mais proteção a gripes e outros problemas. A carência da vitamina C, por exemplo, pode desencadear o escorbuto.

O que é escorbuto

A doença era muito comum em marinheiros do século 17 e 18. Eles costumavam passar muito tempo em embarcações sem consumir frutas e verduras e acabavam desenvolvendo o escorbuto. Por esse motivo, a enfermidade ficou também conhecida como “a peste do mar”.

O que é escorbuto e como evitá-lo?

Foto: depositphotos

Na época de intensos invernos o escorbuto também acabava sendo algo de grande proporção, já que as pessoas paravam de preparar e consumir alimentos ricos no nutriente. Hoje o escorbuto é considerada uma doença mais rara, que atinge principalmente crianças de pouca idade ou recém nascidos.

Sintomas do escorbuto

Os sintomas do escorbuto são sangramentos e inflamações com inchaço ou pus na gengiva, podendo desencadear a perda dos dentes, dores nas articulações, queda de cabelo, anemia, feridas com dificuldade de cicatrização e fraqueza.

Como tratar e prevenir o escorbuto

A melhor forma de se tratar e prevenir o escorbuto é consumir alimentos ricos em vitamina C, que são muito mais eficazes do que as cápsulas que contêm o nutriente. Mas caso os sintomas surjam, o mais indicado é procurar um especialista que possa acompanhar de perto o seu problema e avaliá-lo de forma mais profissional.

Alimentos ricos em Vitamina C

Alimentos como laranja, limão, morango, abacaxi, limão, pimentão vermelho, brócolis, couve de bruxelas, couve flor, tomate, entre outros, são ótimas fontes de vitamina C. Os alimentos que não estão frescos ou que foram cozidos, a vitamina C acaba ficando completamente ou parcialmente impotente.

Veja mais!