Publicado por Priscila Melo

Existem vários tipos de propriedades rurais. Elas possuem características bem diferentes umas das outras. São organizadas de acordo com os seus donos, a área também varia muito. Algumas dessas propriedades são bem pequenas, já outras são tão grandes que não conseguimos ver até onde vão.

O que é estrutura fundiária?

Foto: Reprodução

Definição

A estrutura fundiária corresponde às características de tamanho e organização das propriedades rurais. É a partir dela que começamos a entender como são distribuídas e como se organizam, podendo então conhecer melhor como é a forma de vida no campo. Percebemos também como acontecem as desigualdades no campo.

As divisões

Quando falamos do tamanho de casa propriedade rural, podemos fazer uma divisão entre dois tipos: os latifúndios e os minifúndios.

  • Os latifúndios – podem ser classificados por dimensão ou por exploração. Eles são grandes propriedades privadas de terra, quando são por dimensão, tem suas atividades ligadas a agropecuária e agroindústria, onde há uma grande produção com sistemas modernos que auxiliam o processo produtivo. Os produtos geralmente são destinados ao mercado externo. Já os latifúndios por exploração, são aquelas propriedades grandes em que não há produção e nem cultivos. O proprietário dessa terra tem o intuito de praticar ações imobiliárias, ajudando dessa forma no crescimento econômico do país.
  • Os minifúndios – ao contrário dos latifúndios, são pequenas propriedades de terras, estes produzem alimentos para a família e também para o consumo de outras pessoas. A mão de obra utilizada geralmente é familiar, daquelas pessoas que sempre viveram no campo.

A estrutura fundiária no Brasil

No Brasil há uma grande desigualdade quanto as propriedades de terra. Muitos questionam a estrutura fundiária brasileira. Isso se deve a grande quantidade de minifúndios que existem em todo o Brasil, pois mesmo sendo em grande quantidade, se forem somados todos os minifúndios existentes em nosso país, não chegam a atingir 20% de todo o território rural. É aí que vem a dúvida, o que está acontecendo com a estrutura fundiária de nosso país?

Ao observar essa grande diferença, percebemos que existe uma grande concentração fundiária nas mãos de poucos proprietários. A quantidade de latifúndios não é tão grande quanto a de minifúndios, mas esses latifúndios possuem uma extensão territorial muito grande.

Essa má distribuição de terras vem desde os tempos da colonização do Brasil, quando as terras pertenciam a poucos donos, os quais possuíam uma classe social elevada. E até hoje percebemos que isso acontece, a sociedade de hoje ainda é um reflexo do passado, onde os que tinham mais prestígios social acabam tendo mais propriedades.

Veja mais!