Publicado por André Luiz Melo

Quem nunca se perguntou qual área profissional escolher seguir ao concluir o ensino médio, não é? Essa dúvida é comum a todos os estudantes que ainda estão na fase escolar, mas que com um tempo logo passa conforme se desenvolvem as habilidades e potencialidades de cada um.

Mercado profissional

No Brasil, assim como em outros países, é importante ter alguma formação além do ensino médio para conquistar uma boa carreira profissional. Para isso, estão à disposição os cursos técnicos e os de nível superior (bacharelado).

Mas só isso não basta. Depois é preciso também se especializar por meio de uma pós-graduação, um mestrado, um doutorado ou até mesmo um curso PhD. Ao longo dos anos, profissões das mais diversas têm contribuído para o desenvolvimento da sociedade e da economia.

O universo das profissões

Foto: Reprodução

Educação

Talvez a fundamental das carreiras existentes, pois são os educadores os responsáveis pelo ensino dos futuros profissionais. Em geral, para se tornar um professor é preciso cursar uma graduação em alguma área das ciências humanas ou exatas e depois se especializar no campo educacional escolhido.

Direito

Advogados, procuradores, promotores e juízes. Essas são algumas das vocações da área do direito, este que é um campo que zela pela harmonia e pela correção das relações entre cidadãos, empresas e poder público. Para seguir essa carreira é necessário ter um curso de bacharelado, ser aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e importante ainda uma especialização.

Saúde

Médicos, enfermeiros, biomédicos, fisioterapeutas, odontologistas, psicólogos e nutricionistas são algumas das profissões que cuidam, cada uma, de setores específicos da saúde humana. Essas são essenciais para o cuidado e sobrevivência das pessoas. Cursos de nível superior e especializações também são exigidos. Mas determinadas áreas como a enfermagem também admitem cursos tecnólogos.

Engenharia

Engenheiros civis, ambientais, mecânicos e de software. Essas, assim como outras, são exemplos de carreiras a serem seguidas no ramo da engenharia. A área é responsável por estudar e desenvolver estruturas, sistemas e edificações. Sem ela o que seria do funcionamento das coisas? Nada. Para se tornar um engenheiro uma graduação seguida de especialização é pré-requisito.

Administração/negócios

Contabilistas, gestores de negócios e administradores são algumas das divisões profissionais dessa área. Quem trabalha com esse segmento é responsável pelo gerenciamento estrutural e financeiro de empresas e corporações. Assim como nas outras áreas listadas acima, um curso de nível superior aliado a uma especialização também são necessários para profissionais desse setor.

Comunicação

Jornalistas, publicitários e produtores culturais são exemplos de profissões do ramo da comunicação social. Esta que atua no desenvolvimento de formas e padrões linguísticos para a produção de conteúdo que transmita informação à sociedade. Se graduar e posteriormente especializar é essencial para profissionais desse segmento.

Outros

Agricultores, cabeleireiros, padeiros, garis, vendedores, cozinheiros, jardineiros, domésticas, motoristas… ufa! A lista é enorme e não acaba nesses. Cada uma dessas áreas sempre foi e será essencial para o desenvolvimento da sociedade. Afinal, sem elas o que seria dos nossos meios de transportes, do nosso pão de cada, da limpeza das ruas, dos nossos vegetais, não é mesmo?

Em alta

Em 2012, uma pesquisa realizada pela empresa PayScale, nos EUA, e publicada pela revista americana Forbes, divulgou uma lista com as profissões que estarão em alta em todo o mundo até 2020. Confira:

  • Engenharia biomédica
  • Bioquímica
  • Ciência da computação
  • Engenharia de software
  • Engenharia ambiental
  • Engenharia civil
  • Geologia
  • Sistema de gerenciamento de informação
  • Engenharia de petróleo
  • Matemática aplicada
  • Matemática
  • Gerenciamento de construção
  • Finanças
  • Física
  • Estatística

Veja mais!