Publicado por Priscila Melo

Alguma vez você quando estava escrevendo ou até lendo parou para pensar sobre o motivo de termos 4 formas de porquês diferente? Será que é possível utilizar qualquer um deles em qualquer tipo de frase e situação? Você verá agora qual a diferença do uso de cada um deles e qual a importância de saber usar e compreender o emprego de cada um deles nas frases e textos para não cometer erros.

O uso dos porquês

Foto: Reprodução

Por que

Usamos essa forma quando queremos fazer perguntas, ou quando ela puder ser substituída por “motivo” ou “razão”. Geralmente é usada no início das frases interrogativas.

Existem dois tipos de emprego desta forma, veja:

Quando for a junção da preposição por + o pronome interrogativo ou indefinido que, terá o significado de “por qual razão” ou “por qual motivo”. Veja os exemplos:

Por que você não quis vir aqui ontem? (por qual razão)

Não sei por que eu me senti mal daquele jeito. (por qual motivo)

Quando for a junção da preposição por + pronome relativo que, terá o significado de “pelo qual” e poderá ter as seguintes flexões: pela qual, pelos quais, pelas quais. Veja o exemplo:

Eu não sei bem por que motivo ainda continuo fazendo isso. (pelo qual)

Porque

Usamos essa forma para responder perguntas em geral. Esta palavra é uma conjunção casual explicativa, que possui valor significativo aproximado com as palavras “pois”, “uma vez que”, “para que”. Veja alguns exemplos desse uso:

Eu não pude viajar esse final de semana porque estava com visitas. (pois)

Ela não pode reclamar de nada porque não os conhece. (uma vez que)

Por quê

Usamos essa forma no final das frases interrogativas, quando vier antes de um ponto, pode ser final, interrogativo ou de exclamação. Lembre-se que esta forma sempre deve vir acentuada e continuará com o significado de “por qual motivo” ou “por qual razão”. Veja alguns exemplos deste uso:

Você não compareceu hoje a aula, por quê?

Ela andou todo aquele trajeto sozinha, por quê?

Porquê

Usamos essa forma quando o “porquê” tem a função de um substantivo, neste caso possui o significado de “o motivo” ou “a razão” e vem acompanhado de artigo, pronome, adjetivo ou numeral. Veja alguns exemplos desse uso:

Eu gostaria de saber o porquê dessa falta de comunicação no setor.

Ele não sabe o porquê de ainda estarmos nessa situação.

Diga-me o porquê para não fazer isso neste exato momento.

Veja mais!