Publicado por Nicoli Tomazella

Os fenícios eram povos semitas que viviam na faixa de terra ao longo da costa oriental do Mediterrâneo. Tinha a Cordilheira do Líbano, a leste; o Rio Monte Carmelo, ao Sul e o Rio Orontes, ao norte, hoje em dia essa área faz parte do Líbano e da Síria.

Os fenícios

Foto: Reprodução

A economia dos fenícios

Os Fenícios se dedicaram muito pouco para a agricultura, já que a região que ocupavam era uma pequena extensão de terra e tinha o solo árido. Porém na região do Líbano, onde se encontravam montanhas apresentava muitas riquezas naturais como o cobre, o cedro e matérias resinosas.

Esses produtos serviram para a construção de barcos, dessa forma esse povo passou a desenvolver a arte de construir barcos e a arte da navegação. Assim surgiu o comércio marítimo.

As cidades fenícias que mais se destacaram na época foram Biblos, Sídon, Tiro e Ugarit.

Por volta de 100 a.C., a cidade de Tiro expandiu sua rede comercial sob as ilhas da Costa Palestina chegando até contar com o apoio dos hebreus. Logo após a concorrência com os gregos só cresceu mais e mais, dessa forma os comerciantes de Tiro buscaram fazer negócio com as regiões do Norte da África e da Península Ibérica, assim aumentando ainda mais o comércio e a renda na região.

Navegações

As navegações se destacaram nessa época, pois foi o modo encontrado para o comércio externo. E deu muito certo, foi a partir daí que a economia dos fenícios começou a ficar mais forte e se tornaram grandes construtores navais.

Existem histórias não comprovadas que dizem que eles teriam chegado ao Brasil através do Oceano Atlântico.

Artesanato e cultura

Através do ouro e de outros metais, e também de técnicas avançadas de tingimento de tecidos, os fenícios utilizavam muito do artesanato.  Há histórias que foram os fenícios que descobriram como produzir o vidro transparente.

Além do artesanato os fenícios também se interessavam pela astronomia, através das técnicas de navegação necessárias para a prática comercial.

Também deram início para às línguas clássicas que serviram de base para o alfabeto ocidental contemporâneo.

A religião

A religião a que seguiam os fenícios era o politeísmo. Eles costumavam fazer rituais ao ar livre onde costumavam oferecer o sacrifício de animais e homens aos deuses que acreditavam. Baal era o deus associado ao sol e às chuvas, Aliyan, era filho de Baal e divindade das fontes, Astarteia era a deusa da riqueza e fecundidade.

Veja mais!