Publicado por Lia Vieira

Os povos indo-europeus são um conjunto vasto de grupos humanos que falam um dos numerosos idiomas relacionados com o sânscrito, por exemplo: o indo-ariano, o arménio, o helénico, o ítalo-celta, o germânico e o eslavo.

Como podemos perceber os grupos linguísticos apontados influenciaram a constituição dos grupos humanos, como na Europa, Ásia Menor e Médio Oriente.

Utilização do termo indo-europeu

O termo indo-europeu refere-se a dois tipos de características deste povos.

– Localização geográfica;
– Semelhança de idiomas que utilizavam.

O primeiro povo a se utilizar do idioma de origem indo-europeu no lado ocidental foram os gregos. No lado oriental, os primeiros povos foram os hititas, que foram os fundadores de um forte império posicionado na região central de Anatólia, durante o segundo milênio a.C.

Os povos europeus

Foto: Reprodução

Origem geográfica

Entre os pesquisadores, até hoje encontramos discussões acerca da origem geográfica, no entanto características culturais são encontradas com os povos que mantiveram contato com os indo-europeus.

Principais características em comum:

  • Domesticação de cavalos;
  • Inventores do arco;
  • Inventores da cerâmica;
  • Inventores do machado de combate feitos em cobre ou pedra;
  • Sociedade patriarcal;
  • Modo de sustento provinha da agricultura e pecuária.

Europa: estrutura etnocultural

Apesar de encontrarmos certa diversidade entre a população europeia, nenhuma outra localidade do mundo possui tanta uniformidade.

Em nenhum outro continente foi encontrado:

  • Uma homogeneização racial como a caucasoide;
  • A predominância de uma língua semelhante ao da família indo-europeia;
  • Um ordenamento religioso e moral (cristianismo);
  • Defesa dos valores comuns como as cruzadas e as guerras contra os árabes;
  • Sentimento intelectual;
  • Evolução social e econômica uniforme.

População europeia

A população europeia pertence à raça branca ou caucasoide, com algumas variações predominantes dependendo de cada região do continente.

A altura, formato da cabeça e do nariz, cor dos olhos, tipo e cor do cabelo, são capazes de definir cinco grupos raciais, sendo eles:

Tipo nórdico

Ocupam as regiões dos mares Báltico e do Norte. Possui crânio alongado, grande estatura e pele, cabelo e olhos muito claros.

Tipo europeu oriental

Ocupam as regiões que ficam entre a Polônia central e a Rússia. Tem a cabeça mais redonda (braquicéfalo), é mais baixo de altura e apresenta a pele, os olhos e os cabeços claros.

Tipo mediterrâneo

Ocupam as regiões da península ibérica, sul da Itália, sudeste dos Balcãs e Ucrânia. É (dolicocéfalo), de baixa estatura e moreno.

Tipo alpino

Ocupam a maior parte da Europa central e ocidental. É um tipo intermediário entre o europeu oriental e o mediterrâneo. No que se refere à cor da pele, olhos e cabelo, além da estatura, apresenta mais pronunciada braquicefalia.

Tipo dinárico

Situado entre os montes Dináricos, nos Cárpatos e nos Alpes austríacos. É fisicamente semelhante ao alpino, no entanto possui estatura mais avantajada. Contudo as características raciais não são o suficiente para definir com nitidez o que seria de fato o mapa dos povos europeus.

Por consequência da miscigenação, hábitos alimentares e formas de vida, o que necessariamente caracteriza como sendo o mais importante são as distinções étnicas derivadas da língua e suas tradições culturais.

Veja mais!