Publicado por Pollyana Batista

Você sabe para que serve um blog? A história dos blogs é bem recente. Foi somente em 1997 que Jorn Barger criou uma ferramenta que possibilitava que os internautas escrevessem o que quisessem na internet. Seu sistema se chamava weblog.

Ainda no mesmo ano da sua criação, os weblogs passaram a ser chamados somente de blogs. E dois anos depois já surgia a expressão blogueiras para aquelas pessoas que escreviam na internet.

Inicialmente, ele funcionava como um diário virtual. Ainda hoje essa fórmula é utilizada. Porém, em pouco tempo, os blogs se especializam em segmentos e muitas empresas, jornalistas e personalidades passaram a usar os blogs. Em 1999, existiam cerca de 50 blogs no mundo inteiro.

 Atualmente já são mais de 50 milhões de blogs espalhados pelo mundo

Existem blogs de vários segmentos como autoral, de vendas, notícias e fofocas (Foto: depositphotos)

Ainda assim era uma ferramenta difícil de mexer e bem pouco prática. Isso mudou quando uma empresa chamada Blogger passou a oferecer uma interface simples e gratuita. Em 2000, a Blogger inovou novamente ao mexer no seu sistema e introduzir uma parte destinada para comentários.

A partir disso, os blogs só cresceram. Em 2003, já eram três milhões. Atualmente já são mais de 50 milhões de blogs espalhados pelo mundo, em diversos países e em vários idiomas.

Veja também: Com quantos anos posso ter Facebook, WhatsApp e Instagram? Veja!

Qual é o objetivo de um blog

Existem as mais variadas justificativas para criar um blog. Ele pode servir para uma infinidade de ações. Vamos conhecer algumas:

Blog autoral: um blog autoral é a versão mais aproximada dos primórdios desse canal de comunicação. É uma espécie de diário virtual onde o autor é o principal assunto. Nele, o escritor descreve o seu dia a dia e o seu principal objetivo é compartilhar um pouco da sua vida;

Veja tambémQual país tem a internet mais rápida do mundo?

Blog informativo: ele funciona como um jornal opinativo. A pessoa que o escreve tem a possibilidade de emitir opiniões a respeito de diversos temas. Seu intuito é criar meios de discussão mais abertos com seus leitores;

Blog noticioso: nesse caso, esse blog serve para trazer notícias para um público muito segmentado. Geralmente, ele é menos opinativo;

Blog de empresas: quando uma organização cria um blog, a ideia inicial é gerar fluxo de leitores que possam comprar o seu produto. Por isso, os temas dos artigos sempre permeiam assuntos relacionados ao universo da empresa;

Blogs de educação: esse tipo de blog concentra conteúdo para as pessoas que buscam conhecimento na internet. Ele trata de diversos temas ligados ao setor educacional;

Blog de entretenimento: voltado para a área de lazer, um blog especializado e entretenimento traz artigos sobre shows, cinema, teatro, parques, feiras, espetáculos e outros eventos do setor. O objetivo maior é oferecer opções para as pessoas se divertirem;

Veja também: O universo da linguagem internetês

Blog de fofoca: esse tipo de blog serve para trazer notícias das celebridades. A fofoca aqui é o que interessa: casamentos, separações, babados e confusões;
Blog de moda: um blog de moda serve, sobretudo, para influenciar as pessoas a respeito de tudo o que está nas passarelas pelo mundo afora;

Blog de vendas: esse tipo de conteúdo é bem específico, pois o que o autor quer é vender seus produtos. Por isso, ele capricha na descrição e fotos e tenta comercializar na web.

Existem milhares de segmentos de blogs. Cada um serve para alguma coisa. Porém, a premissa básica de todos é ganhar visibilidade no mundo da internet.

Veja mais!