Publicado por Nicoli Tomazella

A páscoa é uma época muito esperada para muitas pessoas, as crianças principalmente, onde ganham muito chocolate. Porém o real significado da páscoa está na religiosidade.

Páscoa

Foto: Reprodução

A Páscoa Cristã

A Páscoa é uma data comemorativa que acontece sem em um domingo, sem data fixa. Na sexta feira que antecede a páscoa, a sexta feira da paixão, Jesus Cristo foi julgado e crucificado, onde sofreu até sua morte. Dois dias depois, no domingo, Ele ressuscitou. Por isso o significado da Páscoa é a passagem da morte para a vida.

A Páscoa Judaica

Para os judeus a páscoa marca o êxodo do povo do Egito, por volta de 1250 a.C., onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho onde, liderados por Moisés, fugiram do Egito.

Nesta data os judeus fazem e comem o matzá, que é um pão sem fermento, para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

Símbolos da Páscoa

Existem alguns símbolos marcam muito a Páscoa, são eles:

  • O ovo, que representa o começo da vida, pois alguns animais nascem dele. Em razão disso surgiram os ovos de chocolate;
  • O girassol representa a busca da luz de Cristo, já que é uma planta que sempre procura o sol.
  • O coelho é o símbolo da vida, do nascimento, pois se procria em períodos curtos.
  • O cordeiro é um símbolo da Páscoa, pois Moisés comemorou a libertação de seu povo do domínio de faraós matando um cordeiro. Se povo foi libertado, pois Deus deu a ordem. Para os cristãos, Jesus Cristo é o cordeiro que foi sacrificado por eles.
  • A vela também representa que Jesus Cristo é a luz do mundo.
  • O sino, ele representa a alegria pela vida de Jesus. No domingo de páscoa é tocado nas igrejas para anunciar o momento de ressureição.

A história do ovo de chocolate e do coelho da páscoa

O coelho representa fertilidade, ele se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Os povos de antigamente acreditavam que a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie. No Egito Antigo o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas. Esta data relaciona-se com a esperança de uma nova vida, os ovos de Páscoa também estão neste contexto de fertilidade e da vida. A figura do Coelho da Páscoa foi trazida pelos alemães, entre o final do século XVII e o início do XVIII.

Veja mais!