Publicado por Débora Silva

O Período Clássico é uma fase da história da Grécia Antiga, que ocorreu entre os séculos V a.C. e IV a.C, marcado por uma série de conflitos e, também, pelo desenvolvimento econômico e cultural, sendo considerado por muitos historiadores como a fase de apogeu da civilização grega. O auge da Antiguidade grega foi marcado pela transformação política da cidade-Estado Atenas e dispersão de seu modelo para outras cidades-estado.

Período clássico na Grécia

Foto: Reprodução

Os principais conflitos ocorridos

No Período Clássico, os principais inimigos dos gregos eram os persas, também chamados de medos. O primeiro grande confronto ocorrido nessa época foram as Guerras Médicas, entre 490 e 479 a.C. Nesse conflito, os persas tentaram invadir o território grego, porém, apesar de possuírem superioridade militar, foram abatidos pelos gregos por meio de suas várias táticas de guerra. São duas as principais batalhas tidas como as principais das Guerras Médicas: a Batalha de Maratona e a Batalha de Termópilas.

A Liga de Delos

As Guerras Médicas motivaram a aliança militar de várias pólis gregas, destacando-se a chamada Liga de Delos. Esta aliança garantiu a vitória dos gregos e, após os conflitos contra os persas cessarem, permaneceu como uma importante peça para a proteção das cidades-Estado gregas.

Atenas fortaleceu o comércio marítimo e a cidade foi reconstruída. Nessa época destaca-se o governo de Péricles, líder político ateniense que governou a pólis durante 30 anos, entre 461 a.C. a 429 a.C. Péricles foi o responsável pelo fortalecimento do regime democrático e pela execução de várias obras públicas por Atenas, com a construção de novas e belas edificações. O Parthenon, principal símbolo arquitetônico da cidade, foi construído durante o governo de Péricles. Conhecido como “Século de Péricles”, este período é marcado pelo grande desenvolvimento da civilização grega.

No entanto, a ação imperialista dos atenienses desagradava o povo de outras cidades. Dessa forma, sob a liderança de Esparta, várias cidades da Grécia Antiga fundaram a Liga do Peloponeso, que objetivava combater a supremacia de Atenas e da Liga de Delos.

A Guerra do Peloponeso

O resultado da insatisfação das outras cidades e a criação da Liga do Peloponeso foi a denominada Guerra do Peloponeso, ocorrida entre 431 a.C. e 404 a.C.

Esparta saiu vitoriosa da Batalha de Egos Pótamos, empregando uma política imperialista sobre as outras cidades-Estado gregas. Consequentemente, explodiram novos conflitos que esgotaram a força militar dos gregos. No ano de 338 a.C., o rei da Macedônia, Felipe II, conquistou a Grécia.

Veja mais!